Original Tradução Original e tradução
Bu Wang

yún shēn yè wēi liáng
jiǎo yuè qīng fēng fú xīn rào
yī rén duì xuě wàng
wàng jǐn qián chén shì guò wǎng

gū sū tiān zǐ xiào
mái xuě dú cáng fēng huá mào
jìng shì qín shēng yáo
dàn yì qū wèn líng kōng huí xiǎng

nǐ hái zài wèn ma
wèn jǐn gǔ lái shì rén de chī kuáng
shuí yòu zài yuǎn fāng
zài wèn shì jiān gù rén
hēi bái huǐ yù jǐ duō liàng

hái néng wàng jì ma
yún shēn gòng xǔ yī nuò rén máng máng
jūn yòu zài hé fāng
xiāng wàng bù wàng

zé shì yùn hán guāng
féng luàn bì chū shēng míng yáng
tā què bù kěn wàng
tà jǐn qián chén shì guò wǎng

bì chén zhēng míng xiǎng
nán bì ēn yuàn shì fēi kuáng
jìng shì qín shēng yáo
dàn yì qū wèn líng kōng huí xiǎng

nǐ hái zài wèn ma
wèn jǐn gǔ lái shì rén de chī kuáng
shuí yòu zài yuǎn fāng
zài wèn shì jiān gù rén
hēi bái huǐ yù jǐ duō liàng

hái néng wàng jì ma
yún shēn gòng xǔ yī nuò rén máng máng
jūn yòu zài hé fāng
xiāng wàng bù wàng

nǐ hái zài wèn ma
bù wèn gǔ jīn shì rén de chī kuáng
shuí yòu zài yuǎn fāng
nán jiě shì jiān gù rén
hēi bái huǐ yù jǐ duō liàng

hái néng wàng jì ma
kàn kè sàn qù wéi nǐ wǒ bù wàng
yǔ jūn zài shēn páng
bié lái wú yàng

Não Se Esqueça

Na frieza da noite profunda das nuvens
Como se a Lua brilhante e a brisa fresca estivesse enrolando ao redor do meu coração
Caminhando sozinho na neve
Olhe para o passado, o que aconteceu nesta vida

O sorriso do imperador em Gusu
Enterrado na neve, preservando o melhor sabor dos melhores anos
A cítara soa distante no quarto silencioso
Tocando uma música de Inquérito, mas sendo respondido por alma nenhuma

Você ainda está perguntando?
Perguntando freneticamente para qualquer pessoa, desde os tempos antigos
E quem é aquele que está lá longe?
Ainda perguntando sobre o certo e o errado
Quantos elogios e culpas há do velho amigo?

Como isso poderia ser esquecido?
A promessa que fizemos nas nuvens mais profundas, que seguirá até o fim
E onde está você agora?
De frente para o outro, não vou esquecer

A pérola brilhante deste mundo chamada "Portador da luz"
Conhecido por todos onde quer que esteja o caos
No entanto, ele se recusa a se esquecer
Tudo que ele provou nesta vida

Bichen faz jus ao seu nome
No entanto, é difícil evitar a loucura de amor, ódio, certo e errado neste mundo
A cítara soa distante no quarto silencioso
Tocando uma música de Inquérito, mas sendo respondido por alma nenhuma

Você ainda está perguntando?
Perguntando freneticamente para qualquer pessoa, desde os tempos antigos
E quem é aquele que está lá longe?
Perguntando novamente sobre o certo e o errado
Quantos elogios e culpas há do velho amigo?

Como isso poderia ser esquecido?
A promessa que fizemos nas nuvens mais profundas, que o seguirá até o fim
E onde você está agora?
De frente para o outro, não vou esquecer

Você ainda está perguntando?
Perguntando frequentemente para qualquer pessoa, desde os tempos antigos
E quem é aquele que está lá longe?
Que não entende como o certo e o errado, os elogios e as culpas são medidas
Os elogios e as culpas são medidas

Como isso poderia ser esquecido?
Vendo como os encontros são separados, mas somente você, eu não esqueço
E você está bem aqui, ao meu lado
Espero que você esteja bem desde da última vez que nos encontramos

Composição: Wang Yibo / lan wangji
Enviada por Su e traduzida por Vitoriamac. Legendado por Ramus. Revisão por Oshiete.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Mo Dao Zu Shi (The Untamed)

Ver todas as músicas de Mo Dao Zu Shi (The Untamed)