Liu Hai Kuan - Bu You

Mo Dao Zu Shi (The Untamed)

Original Tradução Original e tradução
Liu Hai Kuan - Bu You

yè pó suō
wǎng shì rú yān guò
tiān yá xuān xiāo bù shì zuó

yún shēn chù qǐ fēng bō
zhì jiāo jiàn líng luò
lái shí guāng jǐng hé sǎ tuō

bù yù rǎn chén
rǎn chén bù yóu wǒ
bīng xuě yán sè shì xīn pò

bù yù ēn chóu
ēn chóu shéi néng duǒ
pà zhè wàn bān yóu lái cuò

qīng fēng rù yè lái
dí jǐn jiāng hú xīng shuāi
zhǐ shì guò wǎng rén yǐ bù zài

fǔ qín wèn míng yuè
liú suì tiān jǐ fēn gǎn kǎi
dǐ bù zhù shì jiān bǎi tài

shān shuǐ kuò
zòng héng lái pō mò
zhǐ chǐ nán fēn qīng yǔ zhuó

shào nián láng bǎ jiǔ shuō
qí lù bù wéi duō
shì fēi chǔ zhōng yào dào pò

bù yù dāo jiàn
dāo jiàn bù yóu wǒ
yī qū dòng xiāo zěn jì tuō

bù yù zhē yǎn
zhē yǎn yǒu yīn guǒ
zòng shì ài hèn tiān dìng duó

qīng fēng rù yè lái
dí jǐn jiāng hú xīng shuāi
zhǐ shì guò wǎng rén yǐ bù zài

fǔ qín wèn míng yuè
liú suì tiān jǐ fēn gǎn kǎi
dǐ bù zhù shì jiān bǎi tài

Liu Hai Kuan - Involuntário

As folhas estão girando
O passado era como uma fumaça
O horizonte barulhento não é o mesmo como naquele tempo

Nas profundezas das nuvens as estrelas têm uma perturbação
Meu melhor amigo rapidamente se separou
Como um bom cenário ainda continua o mesmo quando a hora chegar

Eu não quero ficar manchado de pó
Mas eu já fui involuntário
O meu coração e a minha alma são como gelo colorido na neve

Eu não quero ser afetado pela dívida de gratidão e vingança
Mas quem pode evitá-la
Com medo de que tudo desde o começo esteja errado

Uma brisa fresca na noite vem
Limpou a prosperidade e declínio deste mundo
Mas as pessoas do passado não estão mais aqui

Toque a cítara para perguntar a Lua brilhante
Muitos anos se passaram e me deixaram com um pouco de arrependimento
Incapaz de combater todo tipo de aparência do mundo

A paisagem é larga
Como os respingos de tinta na vertical e na horizontal
É difícil distinguir entre claro e turvo

O homem jovem, levanta uma taça de vinho e fala que
Os caminhos errados da vida não são muitos
Que o certo e o errado, no final deve ser revelado

Eu não quero usar a espada
Mas, eu não posso controlar a espada
Como pode a música da minha flauta se tornar sustento de vida?

Eu não quero cobris os meus olhos
Porque ainda existe o karma
Até mesmo o amor e o ódio já estão determinados

Uma brisa fresca na noite vem
Limpou a prosperidade e declínio deste mundo
Mas as pessoas do passado não estão mais aqui

Toque a cítara para perguntar a Lua brilhante
Muitos anos se passaram e me deixaram com um pouco de arrependimento
Incapaz de combater todo tipo de aparência do mundo

Enviada por Su e traduzida por Luizy.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Mo Dao Zu Shi (The Untamed)

Ver todas as músicas de Mo Dao Zu Shi (The Untamed)