Northern Downpour

Panic! At The Disco

Original Tradução Original e tradução
Northern Downpour

If all our life is but a dream
Fantastic posing greed
Then we should feed our
Jewellery to the sea
For diamonds do appear to be
Just like broken glass to me

And then she said she can't believe
Genius only comes along in storms
Of fabled foreign tongues
Tripping eyes, and flooded lungs
Northern downpour sends its love

Hey moon, please forget to fall down
Hey moon, don't you go down
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely

The ink is running toward the page
It's chasing off the days
Look back at both feet and that winding knee
I missed your skin when you were east
You clicked your heels and wished for me

Through playful lips made of yarn that fragiled capricorn
Unravelled words like moths upon old scarves
I know the world's a broken bone
But melt your headaches call it home

Hey moon, please forget to fall down
Hey moon, don't you go down
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely
Sugarcane in the easy morning
Weathervanes my one and lonely

Hey moon, please forget to fall down
Hey moon, don't you go down
You are at the top of my lungs
Drawn to the ones who never yawn

Trovoada do Norte

Se toda nossa vida não fosse mais que um sonho
Fantástico posando ganancia
Então nós deveríamos ceder nossas
Jóias ao mar
Pois diamantes parecem ser
Apenas cacos de vidro para mim

Então ela disse que não podia acreditar
Gênios só aparecem com as tempestades de
Legendárias línguas estrangeiras
Olhos ágeis, e pulmões inundados
A trovoada norte envia seu amor

Hey lua, por favor se esqueça de se pôr
Hey lua, não venha abaixo
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário

A tinta escorre pela página
Os dias se esvaem
Olhe novamente para ambos os pés e para aquele joelho curvo
Eu senti falta de sua pele quando você estava no leste
Você bateu seus calcanhares e desjou por mim

É através de lábios alegres feitos de fios que o frágil capricórnio
Desenreda palavras como traças em velhos cachecóis
Eu sei que o mundo é cheio de falhas
Mas dissipe suas dores de cabeça, e chame-o de casa.

Hey lua, por favor se esqueça de se pôr
Hey lua, não venha abaixo
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário
Cana de açúcar, na plácida manhã
Cata-ventos, meu único e solitário

Hey lua, por favor se esqueça de se pôr
Hey lua, não venha abaixo
Você está no topo dos meus pulmões
Destinada àqueles que nunca bocejam

Composição: Ryan Ross
Enviada por Carolina e traduzida por carolline. Legendado por Luiza e Gabriel. Revisões por 12 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia


Posts relacionados

Ver mais no Blog