A Fleeting Glance

Opeth

Original Tradução Original e tradução
A Fleeting Glance

Up until recently I have been alone
Leading a tranquil life but never at home
Something had changed and I turned to the wind
That blew through me and told me
How long? How long?

Silenced the voice of my heart now for years
I was perplexed by a fleeting blank stare
Biding my time until courage had build up inside me
Then came clean, or am I wrong

I spend all my days contemplating my will
For the weak shall inherit the earth when it's still
A govenment bid for my life
I was sold as a cog in a machine, I walk the line

A fleeting glance again tells me everything
Took a chance in vain, drown to a futile idea
A pursuit of happiness as the storm rolls in
An idol of helplessness, paved the way and then gave in

I met with my mother and I asked her why
For ten years so more she would never reply
Suddenly she said we are all born to die
Gave me purpose, freed me, how simple it can be

But it's fading away from my mind
There's another me waiting behind

But it's fading away from my mind
There's another me waiting behind

Um Olhar Fugaz

Até recentemente, estive sozinho
Levando uma vida tranquila, mas nunca em casa
Algo mudou e eu virei para o vento
Que passou por mim e me disse
Até quando? Até quando?

Silenciou a voz do meu coração agora por anos
Eu estava perplexo com um olhar vazio passageira
Aguardando minha hora até coragem tinha construir dentro de mim
Então veio limpo, ou eu estou errado

Passo todos os meus dias a contemplar a minha vontade
Pois os fracos herdarão a terra quando ainda estiver
Uma oferta do governo para a minha vida
Eu fui vendido como uma engrenagem em uma máquina, eu ando pela linha

Um olhar fugaz novamente me diz tudo
Tomou uma oportunidade em vão, afogar a uma ideia inútil
A busca da felicidade como a tempestade adentra
Um ídolo de desamparo, abriu o caminho e, em seguida, deu-nos

Encontrei-me com a minha mãe e eu perguntei a ela porque
Durante dez anos ela nunca mais viria responder
De repente, ela disse que todos nós nascemos para morrer
Deu-me tanto, me libertou, como simples poderia ser

Mas está desaparecendo da minha mente
Há um outro eu me esperando depois

Mas está desaparecendo da minha mente
Há um outro eu me esperando depois

Enviada por Danilo e traduzida por Vinicius.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Opeth

Ver todas as músicas de Opeth