Master's Apprentices

Opeth

Original Tradução Original e tradução
Master's Apprentices

There is a voice calling for me
There is a light coming down on me
There is a doubt that is clearing
There is a day that is dawning
There is a wound that is healing
There is a season waiting for me
There is a road that is turning
There is a fire still burning

A sickness in me
Constant pace towards the end
The need is stronger
This time the need is deeper

There is a peace I am searching
There is a freedom I'm depending on
There is a pain that's never ending
There is a rain falling only on me
There is a dream I am living
There is a life I am dreaming of
There is a death I'm awaiting
There is a home I am deserting

I hold my breath and wait
Only moments remain
Movement for departed hope
Effect for absent friend
Sever the faith from my body
Leave me begging for more
Take what I have and deliver me
Into everlasting sleep

Soothing trance
Colours fade
And disappear
Ethereal light
Showing me what I can do without

In a motionless scene
There is only me
I take what I can
Controlling you to get ahead

Fading away
And leaving
Long for sleep
Closer now
Lead the way into death

Every wretched dream
I have left behind
Every waking hour
I lie in wait
Sucked inside by will
Gone into the flood
All my questions unfurled
As I was put to the test
Once i'm below there's no turning back

Plunging into the deepest void
Departed shell left drained behind
Pacing roads unknown
Searching for a new home
Desert in my eye
Barren lands inside.

Master's Apprentices (Tradução)

Há uma voz me chamando
Há uma luz descendo em mim
Há uma dúvida que está se clareando
Há um dia que está alvorecendo
Há uma ferida que está cicatrizando
Há uma estação esperando por mim
Há uma estrada que está curvando
Há um fogo ainda queimando

Uma doença em mim
Passos ritmados em direção ao fim
O desejo é mais forte
Agora, o desejo é mais intenso.

Há uma paz que estou procurando
Há uma liberdade da qual estou dependendo
Há uma dor que nunca acaba
Há uma chuva caindo apenas em mim
Há um sonho que estou vivendo
Há uma vida com a qual estou sonhando
Há uma morte que eu estou esperando
Há um lar que eu estou abandonando

Seguro a respiração e espero
Apenas restam momentos
Movimento para uma esperança morta
Efeitos de um amigo ausente
Arranca a fé de meu corpo
Deixa-me implorando por mais
Toma tudo que eu tenho e me entrega
Num sonho eterno

Transe tranqüilizador
As cores desvanecem
E desaparecem
Luz etérea
Mostrando-me o que posso fazer sem

Numa cena imóvel
Há apenas eu
Pego o que posso
Controlando-te para avançar

Esvaindo-me
E partindo
Desejando dormir
MaIs perto agora
Lidere o caminho até a morte

Todo sonho desgraçado
Eu deixei para trás
Toda hora de despertar
Jazo esperando
Sugado para dentro pelo querer
Arrastado pelo fluxo
Todas minhas perguntas desdobradas
Enquanto eu fui testado
Uma vez que desci não há mais volta

Arrancando-me para o mais profundo vácuo
Um casco morto abandonado vazio
Caminhando por estradas desconhecidas
Procurando por um novo lar
Um deserto à minha frente
Terras desoladas por dentro.

Composição: Mikael
Enviada por Renato e traduzida por Mateus. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Opeth

Ver todas as músicas de Opeth