La Guerrilla de La Concordia

Jorge Drexler

Original Tradução Original e tradução
La Guerrilla de La Concordia

Amar es ir a ciegas
El corazón despega mientras todo arde
Odiar es mucho más sencillo
El odio es el lazarillo de los cobardes

Armémonos, armémonos de valor
Armémonos, armémonos de valor hasta los dientes
El miedo salió de su fosa y hoy
Amar es cosa de valientes

Amémonos, amémonos porque sí
Amémonos, ahora mismo y aquí
Haciendo historia
Soltemos al aire nuestras octavillas
De la guerrilla de la concordia

Amar es ir a ciegas
El corazón despega mientras todo arde
Odiar es mucho más sencillo
El odio es el lazarillo de los cobardes
(El odio es el lazarillo de los cobardes)
(El odio es el lazarillo de los cobardes)

(Armémonos) armémonos de valor
(Armémonos) armémonos de valor hasta los dientes
El miedo salió de su fosa y hoy
Amar es cosa de valientes

Amar es cosa de valientes
Amar es cosa de valientes

(Amar es cosa de, amar es cosa de
Amar es cosa de, amar es cosa de
Amar es cosa de, amar es cosa de
Amar es cosa de, amar es cosa de)

Amar es cosa de valientes

(Na-na-na-na, na-na-na-na)

Soltemos al aire nuestras octavillas
De la guerrilla de la concordia

(Amar es cosa de valientes)

Cuerpo a cuerpo, verso a verso
Es una guerra de guerrillas
Y hay un comando de poetas suicidas
Rimando en las alcantarillas
Diciendo

Armémonos
Armémonos de valor hasta los dientes
Porque amar
Amar es cosa de valientes
Amar es cosa de valientes

A Guerrilha da Concórdia

Amar é caminhar no escuro
O coração decola enquanto tudo queima
O ódio é muito mais fácil
O ódio é o guia para os covardes

Arme-nos, arme-nos de coragem
Vamos nos armar, nos armar de coragem até os dentes
O medo saiu de seu túmulo e hoje
Amar é coisa dos bravos

Vamos nos amar, vamos nos amar só à toa
Vamos nos amar, agora e aqui
Fazendo história
Vamos lançar nossos panfletos no ar
Da guerrilha da concórdia

Amar caminhar no escuro
O coração decola enquanto tudo queima
O ódio é muito mais fácil
O ódio é o guia para os covardes
(O ódio é o guia para os covardes)
(O ódio é o guia para os covardes)

(Arme-nos) arme-nos com coragem
(Arme-se) arme-nos de coragem até os dentes
O medo saiu de seu túmulo e hoje
Amar é coisa dos bravos

Amar é coisa dos bravos
Amar é coisa dos bravos

(Amar é uma coisa de, amar é uma coisa de
Amar é uma coisa de, amar é uma coisa de
Amar é uma coisa de, amar é uma coisa de
Amar é uma coisa de, amar é uma coisa de)

Amar é coisa dos bravos

(Na-na-na-na, na-na-na-na)

Vamos lançar nossos panfletos no ar
Da guerrilha da concórdia

(Amar é coisa de bravo)

Corpo a corpo, verso por verso
É uma guerra de guerrilha
E há um comando de poetas suicidas
Rimando nos bueiros
Dizendo

Vamos nos armar
Arme-nos de coragem até os dentes
Por que amor
Amar é coisa dos bravos
Amar é coisa dos bravos

Composição: Jorge Drexler
Enviada por Gustavo e traduzida por Raul. Revisão por TOM.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Jorge Drexler

Ver todas as músicas de Jorge Drexler