Guitarra Y Vos

Jorge Drexler

Original Tradução Original e tradução
Guitarra Y Vos

Que viva la ciencia, que viva la poesía
Que viva siento mi lengua
Cuando tu lengua está sobre la lengua mía

El agua está en el barro
El barro en el ladrillo
El ladrillo está en la pared
Y en la pared tu fotografía

Es cierto que no hay arte sin emoción
Y que no hay precisión sin artesanía
Como tampoco hay guitarras sin tecnología

Tecnología del nylon para las primas
Tecnología del metal para el clavijero
La prensa, la gubia y el barniz
Las herramientas del carpintero

El cantautor y su computadora
El pastor y su afeitadora
El despertador que ya está anunciando la aurora
Y en el telescopio se demora la última estrella

La máquina la hace el hombre
Y es lo que el hombre hace con ella
El arado, la rueda, el molino
La mesa en que apoyo el vaso de vino
Las curvas de la montaña rusa

La semicorchea y hasta la semifusa
El té, los ordenadores y los espejos
Los lentes para ver de cerca y de lejos
La cucha del perro, la mantequilla
La yerba, el mate y la bombilla

Estás conmigo
Estamos cantando a la sombra de nuestra parra
Una canción que dice
Que uno solo conserva lo que no amarra
Y sin tenerte, te tengo a vos y tengo a mi guitarra

Hay tantas cosas, yo solo preciso dos
Mi guitarra y vos, mi guitarra y vos

Hay cines, hay trenes, hay cacerolas
Hay fórmulas hasta para describir
La espiral de una caracola
Hay más, hay tráfico
Créditos, cláusulas, salas vip

Hay cápsulas hipnóticas
Y tomografias computarizadas
Hay condiciones para la constitución
De una sociedad limitada

Hay biberones y hay obúses
Hay tabúes, hay besos
Hay hambre y hay sobrepeso
Hay curas de sueño y tisanas
Hay drogas de diseño
Y perros adictos a las drogas en las aduanas

Hay manos capaces
De fabricar herramientas
Con las que se hacen máquinas
Para hacer ordenadores

Que a su vez diseñan máquinas
Que hacen herramientas
Para que las use la mano
Hay escritas infinitas palabras
Zen, gol, bang, rap, Dios, fin

Hay tantas cosas, yo solo preciso dos
Mi guitarra y vos, mi guitarra y vos

Guitarra e Vós

Que viva a ciência, que viva a poesia
Que viva sinto minha língua
Quando a tua língua está sobre a minha língua

A água está no barro
O barro nos tijolos
O tijolo está na parede
E na parede a sua fotografia

É verdade que não há arte sem emoção
E que não há precisão sem artesania
Como tampouco há violões sem tecnologia

Tecnologia do Nylon para as cordas
Tecnologia do metal para o cabeçote
A imprensa, a goiva e vernizes
As ferramentas de um carpinteiro

O compositor e seu computador
O pastor e sua navalha
O despertador já está anunciando a aurora
E no telescópio é adiada a última estrela

A máquina faz o homem
E ela é o que o homem faz com ela
O arado, a roda, o moinho
A mesa em que coloco o copo de vinho
As curvas da montanha-russa

A semicolcheia e até mesmo a semifusa
O chá, os computadores e os espelhos
As lentes para ver de perto e de longe
A casinha do cachorro, a manteiga
A erva, o mate e a bomba

Está comigo
Estamos cantando na sombra da nossa videira
Uma canção que diz que só se conserva
Aquilo que não se amarra
E sem te ter, eu tenho a ti e tenho meu violão

Há tantas coisas, e eu só preciso de duas
Meu violão e você, meu violão e você

Há cinemas, há trens, há panelas
Existem fórmulas até para descrever
A espiral de um caracol
Há mais: Há tráfego
Créditos, cláusulas, salas vip

Há cápsulas hipnóticas
E tomografias computadorizadas
Existem condições para a constituição
De uma sociedade anônima

Há garrafas e obuses
Há tabus, há beijos
Há fome e há o sobrepeso
Há sacerdotes do sono e infusões
Há drogas sintéticas
E há cães viciados nas alfândegas

Há mãos capazes
De fazer ferramentas
Com as quais se fazem máquinas
Para fazer computadores

Que por sua vez projetam máquinas
Que fazem ferramentas
Para que as mãos as utilizem
Há escritas infinitas palavras
Zen, gol, bang, rap, Deus, fim

Há tantas coisas, e eu só preciso de duas
Meu violão e você, meu violão e você

Composição: Jorge Drexler
Enviada por Gabriel e traduzida por Sando. Legendado por Olir e Natiele. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog