Inoportuna

Jorge Drexler

Original Tradução Original e tradução
Inoportuna

Quien no lo sepa ya
Lo aprenderá de prisa:
La vida no para
No espera, no avisa
Tantos planes, tantos planes
Vueltos espuma
Tu, por ejemplo
Tan a tiempo
Y tan inoportuna

Eran más bien los días
De arriar las velas
Toda señal a mi alrededor
Decía: Cautela
Cuánta estrategia incumplida
Aquella noche sin luna
Tu, por ejemplo
Tan bienvenida
Y tan inoportuna

¿Quien sabe cuándo,
Cuándo es el momento de decir: ¿Ahora?
Si todo alrededor te está gritando: ¡Sin demora, sin demora!

Inoportuna

Quem não saiba
Aprenderá depressa:
A vida não para
Não espera, não avisa
Tantos planos, tantos planos
Tornados espuma
Tu, por exemplo
Tão a tempo
E tão inoportuna

Eram, talvez, os dias
De arriar as velas
Todo sinal ao meu redor
Dizia: Cautela.
Quanta estratégia perdida
Aquela noite sem lua
Tu, por exemplo,
Tão bem vinda
E tão inoportuna

Quem sabe quando
Quando é o momento de dizer: Agora?
Se tudo ao redor está gritando: Sem demora, sem demora!

Composição: Jorge Drexler
Enviada por Luna e traduzida por Raiana. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Jorge Drexler

Ver todas as músicas de Jorge Drexler