Fuiste Tú (part. Gaby Moreno)

Ricardo Arjona

Original Tradução Original e tradução
Fuiste Tú (part. Gaby Moreno)

Fuiste tú
Tenerte fue una foto tuya puesta en mi cartera
Un beso y verte ser pequeño por la carretera
Lo tuyo fue la intermitencia y la melancolía
Lo mío fue aceptarlo todo porque te quería
Verte llegar fue luz, verte partir, un blues

Fuiste tú
De más está a decir que sobra decir tantas cosas
O aprendes a querer la espina, o no aceptes rosas
Jamás te dije una mentira o te inventé un chantaje
Las nubes grises también forman parte del paisaje
Y no me veas así, si hubo un culpable aquí, fuiste tú

Qué fácil fue tocar el cielo la primera vez
Cuando los besos fueron el motor de arranque
Que encendió la luz que hoy se desaparece
Así se disfraza el amor para su conveniencia
Aceptando todo, sin hacer preguntas
Y dejando al tiempo la estocada muerte

Nada más que decir
Solo queda insistir
Dilo

Fuiste tú
La luz de neón del barrio sabe que estoy tan cansada
Me ha visto caminar descalza por la madrugada
Estoy en medio del que soy y del que tú quisieras
Queriendo despertar, pensando como no quisiera
Y no me veas así, si hubo un culpable aquí, fuiste tú

Qué fácil fue tocar el cielo la primera vez
Cuando los besos fueron el motor de arranque
Que encendió la luz que hoy se desaparece
Así se disfraza el amor para su conveniencia
Aceptando todo, sin hacer preguntas
Y dejando al tiempo la estocada muerte

Nada más que decir (nada más que decir)
Solo queda insistir
Fuiste tú

Qué fácil fue tocar el cielo la primera vez
Cuando los besos fueron el motor de arranque
Que encendió la luz que hoy se desaparece
Así se disfraza el amor para su conveniencia
Aceptando todo, sin hacer preguntas
Y dejando al tiempo la estocada muerte

Nada más que decir
Si queda insistir
Fuiste tú

Foi Você (part. Gaby Moreno)

Foi você
Ter você foi uma foto sua colocada em minha bolsa
Um beijo e te ver desaparecer pela estrada
O seu foi a intermitência e a melancolia
O meu foi aceitá-lo tudo por que te queria
Te ver chegar foi luz e te ver partir, um blues

Foi você
Demais esta falar, que sobram dizer tantas coisas
Ou aprenda a querer os espinhos ou não aceite rosas
Jamais te disse uma mentira ou te fiz alguma chantagem
As nuvens cinzas também formam partes da paisagem
E não me olhe assim, se houve algum culpado aqui

Que fácil foi tocar o céu pela primeira vez
Quando os beijos foram o motor de partida
Que incendiou a luz que hoje se desaparece
Assim se disfarça o amor para sua conveniência
Aceitando tudo sem fazer perguntas
E deixando ao tempo a chegada da morte

Nada mais que dizer
Só resta insistir
Fale você

Foi você
A luz do neon do bairro sabe que estou tão cansada
Me viu caminhar descalça pela madrugada
Estou no meio do que eu sou e do que você quisesse
Querendo acordar pensando como não quisesse
E não me veja assim, se houve algum culpado aqui

Que fácil foi tocar o céu pela primeira vez
Quando os beijos foram o motor de partida
Que incendiou a luz que hoje se desaparece
Assim se disfarça o amor para sua conveniência
Aceitando tudo sem fazer perguntas
E deixando ao tempo a chegada da morte

Nada mais a dizer (nada mais a dizer)
Só resta insistir
Foi você

Que fácil foi tocar o céu pela primeira vez
Quando os beijos foram o motor de partida
Que incendiou a luz que hoje se desaparece
Assim se disfarça o amor para sua conveniência
Aceitando tudo sem fazer perguntas
E deixando ao tempo a chegada da morte

Nada mais a dizer
Se quer insistir
Foi você

Composição: Ricardo Arjona
Enviada por Rubi e traduzida por Juliano. Legendado por Isa e Joel. Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Ricardo Arjona

Ver todas as músicas de Ricardo Arjona