Il Conforto

Tiziano Ferro

Original Tradução Original e tradução
Il Conforto

Se questa città non dorme
Allora siamo in due
Per non farti scappare
Chiusi la porta e consegnai la chiave a te

Adesso sono certa
Della differenza tra
Prossimità e vicinanza

Eh, è il modo in cui ti muovi
In una tenda in questo mio deserto
Sarà che piove da luglio
Il mondo che esplode in pianto

Sarà che non esci da mesi
Sei stanco e hai finito i sorrisi soltanto

Per pesare il cuore con entrambe le mani ci vuole coraggio
E occhi bendati, su un cielo girato di spalle
La pazienza, casa nostra
Il contatto e il tuo conforto
Ha a che fare con me
È qualcosa che ha a che fare con me

Se questa città confonde
Allora siete in due

Per non farmi scappare
Mi chiuse gli occhi e consegnò la chiave a te

Adesso sono certo
Della differenza tra distanza e lontananza
Sarà che piove da luglio
Il mondo che esplode in pianto
Sarà che non esci da mesi
Sei stanco e hai finito i sorrisi soltanto

Per pesare il cuore con entrambe le mani
Ci vuole coraggio

E occhi bendati su un cielo girato di spalle
La pazienza, casa nostra
Il coraggio e il tuo conforto
Ha a che fare con me
È qualcosa che ha a che fare con me

Sarà la pioggia d’estate o
Dio che ci guarda dall’alto
Sarà che non esci da mesi, sei stanco
Hai finito e respiri soltanto

Per pesare il cuore con entrambe le mani mi ci vuole un miraggio

Quel conforto che

Ha che fare con te
Quel conforto che ha che fare con te
Per pesare il cuore con entrambe le mani ci vuole coraggio
E tanto tanto troppo troppo troppo
Troppo amore

O Conforto

Se esta cidade não dorme
Então somos dois
Para não deixa você escapar
Fechei a porta e te entreguei a chave

Agora eu tenho certeza
Da diferença entre
Proximidade e intimidade

Eh, é a forma como se move
Em uma tenda neste meu deserto
Será que chove em julho
O mundo que explode em lágrimas

Será que você não sai há meses
Você está cansado, terminou e apenas sorri

Para pesar o coração com as duas mãos é preciso coragem
E olhos vendados, em um céu, de costas
A paciência, nossa casa
O contato e o seu conforto
Tem a ver comigo
É algo que tem a ver comigo

Se esta cidade confunde
Então com você são dois

Para não me fazer escapar
Ele fechou-me os olhos e entregou-lhe a chave

Agora tenho a certeza
Da diferença entre a distância e o mais distante
Será que chove em julho
O mundo que explode em lágrimas
Será que você não sai há meses
Está cansado, terminou e apenas sorri

Para pesar o coração com as duas mãos
É preciso coragem

E olhos vendados, em um céu, de costas
A paciência, nossa casa
A coragem e o seu conforto
Tem a ver comigo
É algo que tem a ver comigo

Será a chuva de verão ou
Deus que nos observa lá de cima
Será que você não sai há meses, está cansado
Acabou e apenas respira

Para pesar o coração com as duas mãos é preciso uma miragem

Aquele conforto que

Tem a ver contigo
O conforto que tem a ver contigo
Para pesar o coração com as duas mãos é preciso coragem
E tanto, tanto, muito, muito
Muito amor

Composição: Emanuele Dabbono / Tiziano Ferro
Enviada por Gabriela e traduzida por Gabriela. Legendado por Gabriela. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog