LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Four

Sleeping At Last

Four

I'm turning out the lights
To remember how to see
Until a renaissance takes place
And resuscitates the color of paint and divinity

As if God hid the building blocks
Of every beautiful thing
In this game of hide and seek
I can't help but think that
Ordinary has swallowed the key

Bodies fashioned out of dirt and dust
For a moment we get to be glorious
Ice sculptures adorned in light
Sand castles built tall in between the tides

Maybe I'm hiding behind metaphor
Maybe my heart needs to break to be sure
One day I'll wear it all on my sleeve
The insignificant with the sacred unique

But I've fallen in love with a ghost
And I lost my balance when I needed it the most
This blurry photograph is proof
Of what I'm not sure but it feels like truth

I'm stuck swimming in shadows down here
It's been forever since I came up for air
Flashlight in hand determined to find
Authenticity only poetry
Could even begin to try to describe

Bodies fashioned out of dirt and dust
For a moment we get to be glorious
Get to be glorious
Get to be glorious

What if we already are
Who we've been dying to become
In certain light I can plainly see
A reflection of magnificence
Hidden in you
Maybe even in me

Quatro

Estou apagando as luzes
Para lembrar como ver
Até que um renascimento ocorra
E ressuscite a cor da tinta e da divindade

Como se Deus tivesse escondido as peças
De todas as coisas belas
Neste jogo de esconde-esconde
Eu não posso deixar de pensar que
O ordinário engoliu a chave

Corpos moldados da lama e do pó
Por um momento, temos a chance de ser gloriosos
Esculturas de gelo adornadas em luz
Castelos de areia imponentes, construídos em meio à marés

Talvez eu esteja me escondendo atrás de metáfora
Talvez meu coração precise quebrar para ter certeza
Um dia eu vou expor isso tudo
O insignificante com o sagrado único

Mas eu me apaixonei por um fantasma
E perdi o equilíbrio quando mais precisei
Esta foto desfocada é a prova
Do que eu não tenho certeza, mas parece verdade

Estou preso nadando nas sombras aqui embaixo
Faz muito tempo desde que eu subi para respirar
Lanterna na mão determinada a encontrar
Autenticidade que só poesia
Poderia apenas começar a tentar descrever

Corpos moldados da lama e do pó
Por um momento, temos a chance de ser gloriosos
Temos a chance de ser gloriosos
Temos a chance de ser gloriosos

E se nós já formos
Quem nós estamos morrendo de vontade de nos tornar
Em certa luz, posso ver claramente
Um reflexo da magnificência
Escondido em você
Talvez até em mim

Composição: Ryan O'Neal
Enviada por julia, Traduzida por julia


Mais músicas de Sleeping At Last

Ver todas as músicas de Sleeping At Last