algo duele más (part. BRONQUIO)

Natalia Lacunza

Original Tradução Original e tradução
algo duele más (part. BRONQUIO)

I would like you
To forget me for a while
I just wanna drown
I just wanna get drunk
I don't wanna be
What I'm supposed to be
And I can barely feel a thing

But you
You’re always so pleased
You’re always so happy
I just wanna kill you
I don't understand how

Nunca sé si lo he hecho bien o mal
No sé en qué me he convertido
Me cuesta respirar
Pensaba que sería divertido
Pero solo me sale llorar

Clavo mis pies en lo terrenal
Pero mi mente empieza a levitar
Caminando por las nubes
No, todavía no me quiero bajar
Pero algo duele más, algo duele más
Y nunca se va
Algo duele más, algo duele más

I would like you
To forget me for a while
I just wanna drown
I just wanna get drunk
I don't wanna be
What I'm supposed to be
And I can't feel anything

No sé si quiero que lo escuches
No quiero que sepas quién soy
Cuando todo cae, se destruye
Sueño con las nubes
Si no quieres verme más, dímelo
Si es que ya no quieres verme más, dímelo

Clavo mis pies en lo terrenal
Pero mi mente empieza a levitar
Caminando por las nubes
No, todavía no me quiero bajar
Pero algo duele más, algo duele más
Y nunca se va
Algo duele más, algo duele más

I would like you
To forget me for a while
I just wanna drown
I just wanna get drunk
I don't wanna be
What I'm supposed to be
And I can't feel anything

algo dói mais (part. BRONQUIO)

Eu gostaria que você
Me esquecesse por um tempo
Eu só quero me afogar
Eu só quero ficar bêbada
Eu não quero ser
O que eu deveria ser
E eu mal consigo sentir qualquer coisa

Mas você
Você está sempre tão satisfeito
Você está sempre tão feliz
Eu só quero te matar
Eu não entendo como

Nunca sei se eu fiz certo ou errado
Não sei no que eu me tornei
Mal posso respirar
Pensei que seria divertido
Mas eu só choro

Eu prego meus pés no terreno
Mas minha mente começa a levitar
Andando pelas nuvens
Não, ainda não quero descer
Mas algo dói mais, algo dói mais
E nunca desaparece
Algo dói mais, algo dói mais

Eu gostaria que você
Me esquecesse por um tempo
Eu só quero me afogar
Eu só quero ficar bêbada
Eu não quero ser
O que eu deveria ser
E eu não consigo sentir nada

Eu não sei se quero que você ouça
Não quero que saiba quem eu sou
Quando tudo cai, é destruído
Sonho com as nuvens
Se você não quer mais me ver, diga-me
Se você não quer mais me ver, diga-me

Eu prego meus pés no terreno
Mas minha mente começa a levitar
Andando pelas nuvens
Não, ainda não quero descer
Mas algo dói mais, algo dói mais
E nunca desaparece
Algo dói mais, algo dói mais

Eu gostaria que você
Me esquecesse por um tempo
Eu só quero me afogar
Eu só quero ficar bêbada
Eu não quero ser
O que eu deveria ser
E eu não consigo sentir nada

Composição: Natalia Lacunza / Santiago Gonzalo Dopico
Enviada por Taylor e traduzida por Débora. Legendado por Débora. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog