París (part. Duki)

Morat

Original Tradução Original e tradução
París (part. Duki)

Me pides que me vaya
Pero ahora que me alejo de ti
Comienza la batalla
Para que no me vaya de aquí

Y aunque nadie te entiende
Yo, tus excusas, ya me aprendí
Que soy indiferente
Que todo el amor duele
Que quien te ama te hace sufrir

Deja ya de insistir, no es por mí, es por ti
Es un cuento que no te das cuenta
Y tengo que decirte

Que eres tú, lo que me viste de problemas
Eres tú, me pides flores y las quemas
No te mientas, el problema eres tú
Y tengo que decirte que es por ti

Que me jugué todas las cartas y perdí
Aposté cruz y había dos caras
No te mientas, el problema
No te mientas, el problema eres tú

No soy yo, oh-oh-oh-oh
No soy yo, oh-oh-oh-oh
No soy yo, oh-oh-oh-oh, oh

Yeah, ¿por qué tan crazy?
Hubiéramo' iluminado París como Messi
Tu tan selfish, yo tan empty
Daría lo que tengo porque sea como antes
Todas mis Jordan, la camisa y los diamantes

Aprendí a perder, que la vida es cruel
Yo pensando en dos, tú pensando en él
Y si resulta a ser que no' volvemo' a ver
Voy a gritar tu nombre y vas a saber

Que eres tú, la que me viste de problemas
Eres tú, me pides flores y la' quemas
No te mientas, el problema eres tú
Y tengo que decirte que es por ti

Que me jugué todas las cartas y perdí
Aposté cruz y había dos caras
No te mientas, el problema
No te mientas, el problema eres tú

No soy yo, oh-oh-oh-oh (no soy yo)
No soy yo, oh-oh-oh-oh (no soy yo)
No soy yo, oh-oh-oh, oh

No soy yo, oh-oh-oh-oh (no soy yo, oh-oh)
No soy yo, oh-oh-oh-oh (no soy yo, oh-oh)
No soy yo, oh-oh-oh, oh

Paris (part. Duki)

Você me pede pra eu ir embora
Mas agora que eu me afasto de você
A batalha começa
Pra que eu não vá embora daqui

E ainda que ninguém te entenda
Eu já decorei as suas desculpas
Que eu sou indiferente
Que todos os amores machucam
Que quem ama faz sofrer

Para de insistir, não é por mim, é por você
É um lance que você não percebe
E eu preciso te dizer

Que você é aquilo que me enche de problemas
É você, você me pede flores e as queima
Não minta pra si mesma, o problema é você
E eu preciso te dizer que é por você

Que eu apostei todas as minhas cartas e perdi
Eu apostei coroa e saíram duas caras
Não minta pra si mesma, o problema
Não minta pra si mesma, o problema é você

Não sou eu, oh-oh-oh
Não sou eu, oh-oh-oh
Não sou eu, oh-oh-oh, oh

Sim, por que tão doida?
A gente teria iluminado Paris como o Messi
Você tão egoísta, eu tão vazio
Eu daria tudo o que eu tenho pra que fosse como era antes
Todos os meus tênis Jordan, as camisetas e os diamantes

Eu aprendi a perder, é que a vida é cruel
Eu pensando em nós dois, você pensando nele
E se acontece de a gente se ver de novo
Eu vou gritar o seu nome e você vai saber

Que você é a que me enche de problemas
É você, você me pede flores e as queima
Não minta pra si mesma, o problema é você
E eu preciso te dizer que é por você

Que eu apostei todas as minhas cartas e perdi
Eu apostei coroa e saíram duas caras
Não minta pra si mesma, o problema
Não minta pra si mesma, o problema é você

Não sou eu, oh-oh-oh-oh (não sou eu)
Não sou eu, oh-oh-oh-oh (não sou eu)
Não sou eu, oh-oh-oh-oh, oh

Não sou eu, oh-oh-oh-oh (não sou eu)
Não sou eu, oh-oh-oh-oh (não sou eu)
Não sou eu, oh-oh-oh, oh

Composição: Andres Torres / Juan Pablo Isaza Pineros / Juan Pablo Villamil Cortes / Martín Vargas / Mauricio Rengifo / Mauro Ezequiel Lombardo Quiroga / Simón Vargas
Enviada por Patrícia e traduzida por Mirella. Legendado por Mirella. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog