Cómo Te Atreves

Morat

Original Tradução Original e tradução
Cómo Te Atreves

Hoy me pregunto qué será de ti
Te tuve cerca y ahora estás tan lejos
Pero prohibirme recordar lo nuestro es imposible
Es imposible

No me perdono, sé que te perdí
Pero expiraron los remordimientos
Fui dictador y el no dejarte ir
Debió haber sido mi primer decreto

Cuatro años sin mirarte
Tres postales y un bolero
Dos meses y me olvidaste
Y ni siquiera me pensaste un 29 de febrero

Andan diciendo por la calle
Que solo le eres fiel al viento
El mismo que nunca hizo falta
Para levantar tu falda cada día de por medio

Cómo te atreves a volver (oh-oh)
A darle vida a lo que estaba muerto
La soledad me había tratado bien
Y no eres quien para exigir derechos

Cómo te atreves a volver (oh-oh)
Y a tus cenizas convertir en fuego
Hoy mis mentiras veo caer
Que no es verdad que te olvidé
¿Cómo te atreves a volver?

Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (oh-ooh)
Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (no, no, no)

¿Por qué volviste si te vas a ir?
Tantas mentiras que, al final, no veo
Nunca fui bueno para distinguir
Al fin y al cabo, siempre me las creo

Cuatro vidas me juraste
Tres te odio y un te quiero
Dos consejos para darte
Prefiero ser un cobarde que olvidarte de primero

Andan diciendo por la calle (andan diciendo por la calle)
Que solo le eres fiel al viento (que solo le eres fiel al viento)
El mismo que nunca hizo falta
Para levantar tu falda cada día de por medio

Cómo te atreves a volver (oh-oh)
A darle vida a lo que estaba muerto
La soledad me había tratado bien
Y no eres quien para exigir derechos

Cómo te atreves a volver (oh-oh)
Y a tus cenizas convertir en fuego
Hoy mis mentiras veo caer
Que no es verdad que te olvidé
¿Cómo te atreves a volver?

Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (oh-ooh)
Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (no, no, no)

¿Cómo te atreves a volver?
Me hiciste daño, pero sigo vivo
Contigo, yo me acostumbré a perder
Mi corazón funciona sin latidos (no)

Cómo te atreves a volver (¿cómo te atreves a volver?)
Y a tus cenizas convertir en fuego (en fuego)
Hoy mis mentiras veo caer
Que no es verdad que te olvidé
¿Cómo te atreves a volver? (¡Oh!)

Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
¿Cómo te atreves a volver? (Oh-oh-ooh)
¿Cómo te atreves a volver? (Oh-oh-oh-ooh)
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (no, no, no)

Como Você Tem Coragem

Hoje, me pergunto o que aconteceu com você
Te tinha por perto e agora você está tão longe
Mas me proibir de lembrar o que tivemos é impossível
É impossível

Não me perdoo, sei que te perdi
Mas as mágoas venceram
Fui um ditador e não te deixar partir
Deve ter sido meu primeiro decreto

Quatro anos sem te ver
Três cartões-postais e um bolero
Dois meses e você me esqueceu
E não pensou em mim nem dia de 29 de fevereiro

Andam dizendo pela rua
Que você só é fiel ao vento
Vento esse que nunca foi necessário
Para levantar sua saia dia sim, dia não

Como você tem coragem de voltar (oh-oh)
A ressuscitar o que estava morto
A solidão tinha me tratado bem
E você não é ninguém para exigir direitos

Como você tem coragem de voltar (oh-oh)
E transformar suas cinzas em fogo
Hoje, vejo as minhas mentiras sendo reveladas
E que não é verdade que te esqueci
Como você tem coragem de voltar?

Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (oh-ooh)
Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (não, não, não)

Se você vai ir embora, pra quê voltou?
Tantas mentiras que acabo não enxergando
Nunca fui bom para distinguir
E no fim das contas, sempre acredito em tudo

Você me prometeu quatro vidas juntos
Três te odeio e um eu te amo
Dois conselhos para te dar
Prefiro ser um covarde do que o primeiro a te esquecer

Andam dizendo pela rua (andam dizendo pela rua)
Que você só é fiel ao vento (que você só é fiel ao vento)
Vento esse que nunca foi necessário
Para levantar sua saia dia sim, dia não

Como você tem coragem de voltar (oh-oh)
A ressuscitar o que estava morto
A solidão tinha me tratado bem
E você não é ninguém para exigir direitos

Como você tem coragem de voltar (oh-oh)
E transformar suas cinzas em fogo
Hoje, vejo as minhas mentiras sendo reveladas
E que não é verdade que te esqueci
Como você tem coragem de voltar?

Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (oh-ooh)
Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (não, não, não)

Como você tem coragem de voltar?
Você me machucou, mas eu continuo vivo
Com você, eu me acostumei a perder
Meu coração funciona sem batimentos (não)

Como você tem coragem de voltar (oh-oh)
E transformar suas cinzas em fogo
Hoje, vejo as minhas mentiras sendo reveladas
E que não é verdade que te esqueci
Como você tem coragem de voltar? (Oh!)

Oh-oh-oh-ooh, oh-oh-oh-oh-oh-ooh
Como você tem coragem de voltar? (Oh-oh-ooh)
Como você tem coragem de voltar? (Oh-oh-oh-ooh)
Oh-oh-oh-oh-oh-ooh (não, não, não)

Composição: Andrés Torres / Juan Pablo Isaza / Juan Pablo Villamil / El Dandee
Enviada por Daniel e traduzida por Vinicius. Legendado por Anna e Daniel. Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog