LETRAS.MUS.BR - Letras de músicas

Cuando Nadie Ve

Morat

Cuando Nadie Ve

Soñé un verano que se hiciera eterno
Desde el momento en que vi tu mirada
Me derretiste con esa mirada

Pero el verano se volvió un Invierno
Cuando vi que otros brazos te esperaban
Me congelé mientras yo te esperaba

Y ahora entiendo cuál es mi papel
Nos queremos cuando nadie ve
Las balas perdidas de este amor
Prefiero no verlas en mi piel

Si me preguntan por ti
Diré que es mentira
Que toda una vida he soñado contigo
Yo sueño contigo

Si me preguntan por ti
Diré que no es cierto
Que duele por dentro que no estés conmigo
Te quiero conmigo

Te miro, me miras
Y el mundo no gira
Todo parece mentira

Tu sigues, yo sigo
Es nuestro castigo
Fingir que somos amigos

Y cuando no haya testigos
Mi vida entera te daré
Cuando nadie ve
Cuando nadie ve

Y ahora entiendo cuál es mi papel
Nos queremos cuando nadie ve
Las balas perdidas de este amor
Prefiero no verlas en mi piel

Si me preguntan por ti
Diré que es mentira
Que toda una vida he soñado contigo
Yo sueño contigo

Si me preguntan por ti
Diré que no es cierto
Que duele por dentro que no estés conmigo
Te quiero conmigo

Te miro, me miras
Y el mundo no gira
Todo parece mentira

Tu sigues, yo sigo
Es nuestro castigo
Fingir que somos amigos

Y cuando no haya testigos
Mi vida entera te daré
Cuando nadie ve
Cuando nadie ve

Si me preguntan por ti
Diré que es mentira
Que toda una vida he soñado contigo
Yo sueño contigo

Si me preguntan por ti
Diré que no es cierto
Que duele por dentro que no estés conmigo
Te quiero conmigo

Te miro, me miras
Y el mundo no gira
Todo parece mentira

Tu sigues, yo sigo
Es nuestro castigo
Fingir que somos amigos

Y cuando no haya testigos
Mi vida entera te daré
Cuando nadie ve

Quando Ninguém Vê

Eu sonhei com um verão que se tornaria eterno
Desde o momento em que vi o seu olhar
Você me derreteu com esse olhar

Mas o verão tornou-se um inverno
Quando vi que outros braços te esperavam
Eu congelei enquanto te esperava

E agora entendo qual é o meu papel
Nós nos amamos quando ninguém vê
As balas perdidas deste amor
Prefiro não vê-las na minha pele

Se me perguntarem sobre você
Direi que é mentira
Que toda uma vida eu sonhei contigo
Eu sonho contigo

Se me perguntarem sobre você
Direi que não é certo
Que dói por dentro que você não esteja comigo
Te quero comigo

Te olho, me olhas
E o mundo não gira
Tudo parece mentira

Você segue, eu sigo
É a nosso castigo
Fingir que somos amigos

E quando não há testemunhas
Minha vida inteira te darei
Quando ninguém vê
Quando ninguém vê

E agora entendo qual é o meu papel
Nós nos amamos quando ninguém vê
As balas perdidas deste amor
Eu prefiro não vê-las na minha pele

Se me perguntarem sobre você
Direi que é mentira
Que toda uma vida eu sonhei contigo
Eu sonho contigo

Se me perguntarem sobre você
Direi que não é certo
Que dói por dentro que você esteja comigo
Te quero comigo

Eu olho para você, você olha para mim
E o mundo não gira
Tudo parece mentira

Você segue, eu sigo
É a nosso castigo
Fingir que somos amigos

E quando não há testemunhas
Toda a minha vida eu vou te dar
Quando ninguém vê
Quando ninguém vê

Se me perguntarem sobre você
Direi que é mentira
Que toda uma vida eu sonhei contigo
Eu sonho contigo

Se me perguntarem sobre você
Direi que não é certo
Que dói por dentro que você esteja comigo
Te quero comigo

Te olho, me olhas
E o mundo não gira
Tudo parece mentira

Você segue, eu sigo
É a nosso castigo
Fingir que somos amigos

E quando não há testemunhas
Minha vida inteira de darei
Quando ninguém vê

Composição: Andres Torres / Juan Pablo Isaza Pineros / Juan Pablo Villamil Cortes / Martin Vargas Morales / Mauricio Rengifo / Simón Vargas Essa informação está errada? Nos avise.
Enviada por @deartaci e traduzida por Ju. Legendado por Laiane e Yolanda. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog