The Calendar Hung Itself

Bright Eyes

Original Tradução Original e tradução
The Calendar Hung Itself

Does he kiss your eyelids in the morning
When you start to raise your head?
And does he sing to you, incessantly
From the space between your bed and wall?

Does he walk around all day at school
With his feet inside your shoes?
Looking down every few steps to pretend he walks with you?

Oh, does he know that place below your neck
That's your favorite to be touched?
And does he cry through broken sentences like
I love you far too much?

Does he lay awake listening to your breath?
Worried you smoke too many cigarettes?
Is he coughing now?
On a bathroom floor?
For every speck of tile
There's a thousand more
You won't ever see
But most hold inside yourself
Eternally

Well, I drug your ghost across the country
And we plotted out my death
In every city, memories would whisper
Here is where you rest

I was determined in chicago
But I dug my teeth into my knees
And I settled for a telephone
Sang into your machine

You are my sunshine
My only sunshine
You are my sunshine
My only sunshine

And I kissed a girl with a broken jaw
That her father gave to her
She had eyes bright enough to burn me
They reminded me of yours

And in a story told, she was a little girl in a red-rouge
Sun-bruised field
And there were rows of ripe tomatoes
Where a secret wasconcealed

And it rose like thunder
Clapped under our hands
And it stretched for centuries
To a diary entry's end
Where I wrote

You make me happy
Oh, when skies are gray
You make me happy
Oh, when skies are gray, gray, gray

Well the clock's heart it hangs inside its open chest
With its hands stretched
Towards the calendar hanging itself

But I will not weep
For those dying days
For all the ones who've left
There's a few that stayed
And they found me here
And pulled me from the grass
Where I was laid

O Calendário Suspendeu Ele Mesmo

Ele beija suas pálpebras de manhã
Quando você começa a levantar sua cabeça?
E ele canta para você incessantemente
Do espaço entre a sua cama e a parede?

Ele anda por ai todo o dia pela escola
Com os pés dele dentro dos seus sapatos?
Olhando baixo cada poucos passos fingindo que ele anda com você?

Oh, ele sabe aquele lugar debaixo do seu pescoço
Que é o seu favorito para ser tocado?
E ele chora através de sentenças interrompidas como
Eu amo você demais?

Ele deita acordado ouvindo a sua respiração?
Preocupado de você fumar tantos cigarros
Ele está tossindo agora?
Em um chão de banheiro?
Por cada pequeno ponto no azulejo
Que há mil mais
Você não verá sempre
Mas muito mais seguro de você mesma
Eternamente

Bem, eu droguei seu fantasma através do país
E nós tramamos por minha morte
Em cada cidade, memórias sussurravam
"Aqui é onde você descansa"

Eu estava determinado em Chicago
Mas eu cravei meus dentes dentro dos meus joelhos
E eu pousei para um telefone
Cantei dentro da sua máquina

Você é meu raio de Sol
Meu único raio de Sol
Você é meu raio de Sol
Meu único raio de Sol

E eu beijei uma garota com uma mandíbula quebrada
Que o seu pai lhe deu
Ela tinha olhos brilhantes suficientes para me queimar
Eles lembraram os seus

E em uma história contada, ela era uma menina em um vermelho-ruge
Campo queimado pelo Sol
E havia fileiras de tomates maduros
Onde um segredo foi escondido

E levantou-se como um trovão
Bateu em nossas mãos
E estendeu por séculos
Para uma diária entrada final
Onde eu escrevi

Você me faz feliz
Oh, quando os céus estão cinza
Você me faz feliz
Oh, quando os céus estão cinza e cinza e cinza

Bem, o relógio do coração que suspende ele mesmo dentro está abrindo o peito
Com as mãos estendidas
Em direção do calendário suspendendo ele mesmo

Mas eu não chorarei
Por aqueles dias mortos
Por todos aqueles que têm sobrado
Houve um pouco que ficou
E eles me acharam aqui
E me puxaram da grama
Onde eu estava deitado

Composição: Conor Oberst
Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog