El Necio

Silvio Rodriguez

Original Tradução Original e tradução
El Necio

Para no hacer de mi ícono pedazos
Para salvarme entre únicos e impares
Para cederme un lugar en su parnaso
Para darme un rinconcito en sus altares

Me vienen a convidar a arrepentirme
Me vienen a convidar a que no pierda
Me vienen a convidar a redefinirme
Me vienen a convidar a tanta mierda

Yo no sé lo que es el destino
Caminando fui lo que fui
Allá Dios, que será divino

Yo quiero seguir jugando a lo perdido
Yo quiero ser a la zurda más que diestro
Yo quiero hacer un congreso del unido
Yo quiero rezar a fondo un hijo nuestro

Dirán que pasó de moda la locura
Dirán que la gente es mala y no merece
Más yo partiré soñando travesuras
(Acaso multiplicar panes y peces)

Yo no sé lo que es el destino
Caminando fui lo que fui
Allá Dios, que será divino

(Yo me muero como viví)
(Yo me muero como viví)
(Yo me muero como viví)

Dicen que me arrastrarán por sobre rocas
Cuando la revolución se venga abajo
Que machacarán mis manos y mi boca
Que me arrancarán los ojos y el badajo

Será que la necedad parió conmigo
La necedad de lo que hoy resulta necio
La necedad de asumir al enemigo
La necedad de vivir sin tener precio

Yo no sé lo que es el destino
Caminando fui lo que fui
Allá Dios, que será divino
Yo me muero como viví

O Tolo

Para cortar o meu ícone em pedaços
Para economizar entre único e o ímpar
Para me dar um lugar em sua parnassus
Para me dar um cantinho em seus altares
Vem me convidar a convidar para que se arrependa
Vem me convidar para não perder
Vem me convidar para me indefinir (confundir)
Me convidam à tanta merda

Eu não sei o que é o destino
Caminhando fui o que fui
Além Deus, que era divino
Eu morro como vivi

Eu quero continuar o jogo, mesmo perdido
Quero ser esquerda mais que direita
Eu quero fazer um congresso da união
Eu quero orar a fundo um filho nosso
Dirão que saiu de moda, a loucura
Dirão que as pessoas são más e não merecem
Mas eu continuarei sonhando travessuras
(Talvez multiplicar pães e peixes)

Eu não sei o que o destino
Caminhando fui o que fui
Além Deus, que era divino
Eu morro como vivi

Dizem que arrastarão sobre rochas
Quando a revolução decair
Que esmagarão as minhas mãos e minha boca
Que me arrancarão olhos e saco
Será loucura para me aborrecer
A loucura do que hoje é um tolo
A loucura de assumir o inimigo
A loucura de viver sem ter um preço

Eu não sei o que o destino
Caminhando fui o que fui
Além Deus, que era divino
Eu morro como vivi

Composição: Silvio Rodríguez
Enviada por Camila e traduzida por Dorival. Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog