Nos Dias de Hoje

Ricardo Ribeiro

Nos dias de hoje ninguém sabe a quantas anda
Manda quem pode, pode quam manda
Nos dias de hoje não sentimos confiança
Salva-se a musica e siga a dança

Nos dias de hoje ninguém sabe o que o espera
Se é inverno ou primavera, indiferença ou compaixão
Nos dias de hoje a justiça não impera
A igualdade desespera, é confusa a confusão

Salva-se o amor
Salva-se a esperança
Salvam-se os olhos duma criança
Salva-se a honra
Salva-se a paz
Salvam-se os beijos que tu me dás

Nos dias de hoje ninguém sabe o amanhã
E fazer planos é coisa vã
Nos dias de hoje já não há motivação
P’ra dar às balas o coração

Nos dias de hoje ninguém sabe o que o espera
Se é um sonho ou uma quimera ter saudades do futuro
Nos dias de hoje ninguém põe as mãos no fogo
Por um amanhã mais novo, por um amanhã mais puro

Composição: Tózé Brito
Enviada por Mário.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog