Love Is Blind

Pulp

Original Tradução Original e tradução
Love Is Blind

Give me the city.
Give me the sea.
Give to me everything I need.
The future is shining like a giant metal beast.
It shines so bright tonight, with its legs open wide
And love is blind.
Falls in love with itself again, like it never should, the way it always can.
And she is mine, but the world is much bigger now
Oh tell me, should I hold her hand, and give her love,
or take her heart and throw it far away?
Oh now is the time, to jump into it all.
I'll just hold my nose, and try not to fall.
To seek and to find, instead of walking around with eyes glued to the sky
I turn them down to the ground.
Oh and I used to think that maybe one day,
I'd find the love of my life.
Oh but it's so far away.
Oh I don't know why.
Oh but I, I want it all tonight.
And love is blind.
Falls in love with itself again, like it never should, the way it always can.
Oh and she is mine, but the world is much bigger now
Oh tell me, should I hold her hand, and give her love,
or take her heart and throw it far away?
We held hands, and we looked out of the bedroom window.
We could see all the buildings collapsing around us, so we kissed.
And we laid on the bed, and we waited for the ceiling to fall in.
But it never did.
In the morning it was all still there.
The spilled milk and the dog-turd,
in that grey ashtray morning light.
I could hear thousands of people,
and they were all singing this song:
La lala lala...
Hey butcher!
Oh, oh, oh hey butcher!
What's your name?
Oh hey butcher, what's your game?
Oh, you take all their love, and you suck out their eyes,
and then you rip out their hearts, and you eat their insides.
Yeah, then you just walk away, with a smile on your face.
Hey butcher, hey butcher, I've seen your face before
Lalalalalalala...
And love is blind.

Love Is Blind

Me dê a cidade.
Me dê o mar.
Dê pra mim tudo que eu preciso.
O futuro está brilhando como uma gigante fera de metal.
Isso brilha tão brilhante essa noite, com as pernas bem abertas
E o amor é cego.
Apaixona-se por sí mesmo denovo, como se nunca tivesse, isso sempre pode acontecer
E ela é minha, mas o mundo é muito maior agora
Oh diga-me, eu devo segurar sua mão, e lhe dar amor,
ou tomar seu coração e jogá-lo longe?
Oh agora é a hora, de pular em tudo.
Eu só vou segurar meu nariz, e tentar não cair.
Buscar e encontrar, em vez de andar por aí com os olhos colados ao céu
Eu os virarei para o chão.
Ah, e eu costumava pensar que talvez um dia,
Eu encontraria o amor da minha vida.
Oh mas é tão longe.
Oh, eu não sei porquê.
Ah, mas eu, eu quero tudo esta noite.
E o amor é cego.
Apaixona-se por sí mesmo denovo, como se nunca tivesse, isso sempre pode acontecer.
Ah, e ela é minha, mas o mundo é muito maior agora
Oh diga-me, eu devo segurar sua mão, e lhe dar amor,
ou tomar seu coração e jogá-lo longe?
Nos damos as mãos, e olhamos pela janela do quarto.
Pudemos ver todos os prédios desabando ao nosso redor, então nos beijamos.
E nos deitamos na cama, e esperamos o teto entrar.
Mas nunca aconteceu.
De manhã tudo ainda estava lá.
O leite derramado e a bosta do cachorro,
naquela luz da manhã cinzeiro cinza.
Eu podia ouvir milhares de pessoas,
e eles estavam todos cantando esta canção:
La lala lala ...
Hey açougueiro!
Oh, oh, oh hey açougueiro!
Qual é seu nome?
Oh hey açougueiro, qual é o seu jogo?
Oh, você toma todo o seu amor, e suga seus olhos,
e então você arranca seus corações, e você come suas entranhas.
Sim, então você simplesmente sai andando, com um sorriso em seu rosto.
Hey açougueiro, hey açougueiro, eu já vi seu rosto antes
Lalalalalalala ...
E o amor é cego.

Composição: Pulp
Enviada por Lais e traduzida por Lucas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Pulp

Ver todas as músicas de Pulp