El Primer Día Del Resto de Mi Vida

La Oreja de Van Gogh

Original Tradução Original e tradução
El Primer Día Del Resto de Mi Vida

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

Entre tus nubes y mis contraluces
Fuiste cubriendo el cielo con las cruces
Que terminaron por tapar el Sol

Tu voz sonaba tan arrepentida
Arrodillado como un niño en la orilla
Desenterrando un poco de tu amor

Y ahora que te digo adiós
Y se abren mis alas
Me pides perdón

Te quise como a nada más
Como al respirar
Te quise como el fuego al viento
En una noche de San Juan

Y ahora que me voy, me das
La Luna sobre el mar
Ahora que no hay más destino
Que el camino en soledad

Ya queda poco por decir
Y poco para recordar
Que llora el río cuando pasa
Porque nunca volverá

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

Las lágrimas que saben más amargas
Son las que llevan dentro las palabras
Que se quedaron en tu corazón

La noche siempre trae algún consejo
Pero el silencio aviva los remordimientos
Yo fui en tu vida un baile sin canción

Y ahora que te digo adiós
Y se abren mis alas
Me pides perdón

Te quise como a nada más
Como al respirar
Te quise como el fuego al viento
En una noche de San Juan

Y ahora que me voy, me das
La Luna sobre el mar
Ahora que no hay más destino
Que el camino en soledad

Ya queda poco por decir
Y poco para recordar
Que llora el río cuando pasa
Porque nunca volverá

Pero te quise como a nada más
Como al respirar
Te quise como el fuego al viento
En una noche de San Juan

Y ahora que me voy, me das
La Luna sobre el mar
Ahora que no hay más destino
Que el camino en soledad

Ya queda poco por decir
Y poco para recordar
Que llora el río cuando pasa
Porque nunca volverá

El primer día de mi vida sin ti
Cosí tu sombra al viento que se marcha
Guardé un suspiro de después de partir
Dejé una carta para mis fantasmas

El primer día de mi vida sin ti
Cubrí recuerdos con sábanas blancas
Soplé en tu cara todo lo que sufrí
Llegó la música hasta mi ventana

O Primeiro Dia do Resto da Minha Vida

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

Entre minhas nuvens e luzes de fundo
Você foi cobrindo o céu com as cruzes
Que acabaram tapando o sol

Sua voz soava tão arrependida
Ajoelhado como uma criança na orla da praia
Desenterrando um pouco de seu amor

E agora que te digo adeus
E minhas asas se abrem
Você me pede perdão

Te amei como nunca amei nada
Como ao respirar
Te amei como o fogo ama o vento
Em uma noite de São João

E agora que me vou, você me dá
A Lua sobre o mar
Agora que não há mais destino
Além do caminho da solidão

Já sobra pouco para dizer
E pouco para lembrar
Que o rio chora quando passa
Porque nunca voltará

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh-oh
Oh-oh, oh-oh-oh

As lágrimas que têm o gosto mais amargo
São as que carregam palavras
Que ficaram em seu coração

A noite sempre traz um conselho
Mas o silêncio aviva os arrependimentos
Eu fui em sua vida, uma dança sem música

E agora que te digo adeus
E minhas asas se abrem
Você me pede perdão

Te amei como nunca amei nada
Como ao respirar
Te amei como o fogo ama o vento
Em uma noite de São João

E agora que me vou, você me dá
A Lua sobre o mar
Agora que não há mais destino
Além do caminho da solidão

Já sobra pouco para dizer
E pouco para lembrar
Que o rio chora quando passa
Porque nunca voltará

Mas te amei como nunca amei nada
Como ao respirar
Te amei como o fogo ama o vento
Em uma noite de São João

E agora que me vou, você me dá
A Lua sobre o mar
Agora que não há mais destino
Além do caminho da solidão

Já sobra pouco para dizer
E pouco para lembrar
Que o rio chora quando passa
Porque nunca voltará

O primeiro dia de minha vida sem você
Costurei sua sombra ao vento que sopra
Guardei um suspiro depois que você partiu
Deixei uma carta para meus fantasmas

O primeiro dia de minha vida sem você
Cobri as memórias com panos brancos
Joguei em sua cara tudo que sofri
A música veio até minha janela

Composição: Pablo Benegas / Xabi San Martín
Enviada por Amanda e traduzida por Gabriel. Legendado por Lincoln. Revisões por 6 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog