30 de Febrero (part. Abraham Mateo)

Ha*Ash

Original Tradução Original e tradução
30 de Febrero (part. Abraham Mateo)

Hoy me pides que regrese
¿Tú no crees que es demasiado tarde?
Qué ha cambiado de repente
Para que tenga yo que perdonarte

No, no voy a olvidar
Lo que tú me hiciste
No, no me trates de enredar
Recuerda que tú te fuiste

Si quieres otra oportunidad
Te juro que te la daré

El 30 de febrero, al atardecer
El día que llueva dinero
Cuando el mar esté seco y dos más dos sean tres
Ese día tú y yo volveremos

Cuando el mundo pare, pare, pare de girar
Cuando el tiempo vaya, vaya, vaya para atrás
Cuando las sirenas dejen, dejen de cantar
Ese día tú y yo volveremos

Ah, ah, ah, ah, ah, ah (oh, oh)
Ah, ah, ah, ah, ah, ah
Ah, ah, ah, ah, ah, ah (oh, oh)
Ah, ah, ah, ah, ah, ah

Aunque el hombre fue a la Luna
No te creas que todo es posible (no)
A todo el daño que me hiciste
Aunque quieras, es irreversible

No, no voy a olvidar
Lo que tú me hiciste
No, no me trates de enredar
Recuerda que tú te fuiste

Si quieres otra oportunidad
Te juro que te la daré

El 30 de febrero, al atardecer
El día que llueva dinero
Cuando el mar esté seco y dos más dos sean tres
Ese día tú y yo volveremos

Cuando el mundo pare, pare, pare de girar
Cuando el tiempo vaya, vaya, vaya para atrás
Cuando las sirenas dejen, dejen de cantar
Ese día tú y yo volveremos

Ah, ah, ah, oh, oh, oh, oh (uoh)
Ah, ah, ah (ese día tú y yo volveremos)
Ah, ah, ah, oh, oh, oh, oh (uoh)
Ah, ah, ah (ese día tú y yo volveremos)

Oh, oh, oh, oh, oh (Abraham Mateo-eo)

Yo no volveré contigo otra vez
Tú me hiciste daño, mujer
Ya yo me cansé de ti, nena, vete por ahí
Hasta mi perro sabía que tú no eras para mí

Ponte guapa, que el 30 de febrero yo te llamaré
Ponte el vestido y los tacones que te regalé
Si quieres que vuelva, volveré
Tú espérame al atardecer

El 30 de febrero, al atardecer
El día que llueva dinero
Cuando el mar esté seco y dos más dos sean tres
Ese día tú y yo volveremos

Cuando el mundo pare, pare, pare de girar (cuando el mundo pare)
Cuando el tiempo vaya, vaya, vaya para atrás (oh, vaya para atrás)
Cuando las sirenas dejen, dejen de cantar
Ese día tú y yo volveremos

30 de Fevereiro (part. Abraham Mateo)

Hoje você me pede para voltar
Você não acha que é tarde demais?
O que foi que mudou de repente
Para que eu tenha que te perdoar?

Não, eu não vou esquecer
Tudo o que você fez comigo
Não, não tente me enrolar
Lembra que você é quem foi embora

Se o que você é outra chance
Eu juro que vou te dar

No dia 30 de fevereiro, no pôr do Sol
No dia em que chover dinheiro
Quando o mar estiver seco e dois mais dois for igual a três
Nesse dia, eu e você voltaremos

Quando o mundo parar, parar, parar de girar
Quando o tempo contar, contar, contar para trás
Quando as sereias deixarem, deixarem de cantar
Nesse dia, eu e você voltaremos

Ah, ah, ah, ah, ah, ah (ô, ô)
Ah, ah, ah, ah, ah, ah
Ah, ah, ah, ah, ah, ah (ô, ô)
Ah, ah, ah, ah, ah, ah

Ainda que o homem tenha pisado na Lua
Não pense que tudo é possível (não)
Tudo de ruim que você fez comigo
Por mais que você queira, é irreversível

Não, eu não vou esquecer
Tudo o que você fez comigo
Não, não tente me enrolar
Lembra que você é quem foi embora

Se o que você é outra chance
Eu juro que vou te dar

No dia 30 de fevereiro, no pôr do Sol
No dia em que chover dinheiro
Quando o mar estiver seco e dois mais dois for igual a três
Nesse dia, eu e você voltaremos

Quando o mundo parar, parar, parar de girar
Quando o tempo contar, contar, contar para trás
Quando as sereias deixarem, deixarem de cantar
Nesse dia, eu e você voltaremos

Ah, ah, ah, ô, ô, ô, ô (uô)
Ah, ah, ah (nesse dia, eu e você voltaremos)
Ah, ah, ah, ô, ô, ô, ô (uô)
Ah, ah, ah (nesse dia, eu e você voltaremos)

Ô, ô, ô, ô, ô (Abraham Mateo-eo)

Eu não vou ficar com você de novo
Você me fez mal, mulher
Já estou cansado de você, garota, some daqui
Até o meu cachorro sabia que você não era para mim

Se arruma, porque eu vou te ligar no dia 30 de fevereiro
Coloca aquele vestido e o salto que eu te dei
Se você quiser que eu volte, eu vou voltar
Você só tem que me esperar no pôr do Sol

No dia 30 de fevereiro, no pôr do Sol
No dia em que chover dinheiro
Quando o mar estiver seco e dois mais dois for igual a três
Nesse dia, eu e você voltaremos

Quando o mundo parar, parar, parar de girar (quando o mundo parar)
Quando o tempo contar, contar, contar para trás (ô, contar para trás)
Quando as sereias deixarem, deixarem de cantar
Nesse dia, eu e você voltaremos

Composição: Ashley Grace / Hanna Nicole / Abraham Mateo / Santiago Hernandez / Rafael Vergara
Enviada por Fabiélio e traduzida por Vitória. Legendado por Hee e fiorella. Revisões por 10 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog