Buleria

David Bisbal

Original Tradução Original e tradução
Buleria

Buleria, buleria, tan dentro del alma mia
Es la sangre de la tierra en que naci.
Buleria, buleria, mas te quiero cada dia
De ti vivo enamorado desde que te vi.

Vengo, como loco por la vida
Con el corazon latiendo
Porque sabe que tu estas.

Ay vida, que palpita de alegria
Que me embriaga el sentimiento
Con tus besos mas y mas.

Ay tienes, el embrujo de la luna,
La belleza de una rosa
Y la tibieza del mar.

Ay eres, vino dulce de las uvas
Donde bebo con tus lábios
De la fuente para amar.

Buleria, buleria, tan dentro del alma mia
Es la sangre de la tierra en que naci.
Buleria, buleria, mas te quiero cada dia
De ti vivo enamorado desde que te vi.

Ganas, de vivir aqui a tu lado
A tu cuerpo encadenado
Hechizado de pasion

Ay nada, sin tu amor yo no soy nada
Soy un barco a la deriva
Que naufraga de dolor

El perfume de tu aliento quiero respirar
Y esa magia que hay en tu mirar
Ser el heroe de tus sueños todo y mucho mas
Quiero ser tu calma y tempestad

Buleria, buleria, tan dentro del alma mia
Es la sangre de la tierra en que naci.
Buleria, buleria, mas te quiero cada dia
De ti vivo enamorado desde que te vi.

Buleria, buleria, tan dentro del alma mia
Es la sangre de la tierra en que naci.
Buleria, buleria, mas te quiero cada dia
De ti vivo enamorado desde que te vi.

Acercate muy lento dejate sentir
Enciende ya este fuego que hay dentro de mi

(Ay, ay, ay, no me dejes sin tu amor)
Sin tus besos soy un pobre corazon
(Ay, ay, ay, no me dejes sin tu amor)
A tu lado no hay pesares no hay dolor
(Ay, ay, ay, no me dejes sin tu amor)
Que tu recuerdo siempre va por donde voy

Ay virgencita del cielo como la quiero
Ella es la luna, ella es la luna, sin ella muero

De rodillas yo te lo pido. Dile que yo la estoy amando
Ya no quiero vivir solito. Dime hasta cuando

Buleria, buleria, tan dentro del alma mia
Es la sangre de la tierra en que naci.
Buleria, buleria, mas te quiero cada dia
De ti vivo enamorado desde que te vi.

Buleria, buleria, tan dentro del alma mia
Es la sangre de la tierra en que naci.
Buleria, buleria, mas te quiero cada dia
De ti vivo enamorado desde que te vi.

Buleria

Buleria, buleria, tão dentro da minha alma
É o sangue da terra em que nasci
Buleria, buleria, te quero mais a cada dia
Vivo apaixonado por ti desde que te vi

Venho, como um louco pela vida
Com o coração batendo
Porque sabe que tu estás

Ah vida, que pulsa de alegria
Esse sentimento me embebeda
Com teus beijos mais e mais

Ah, você tem a magia da lua
A beleza de uma rosa
E o calor do mar

Ah você é, o vinho doce das uvas
Onde bebo com teus lábios
Da fonte do amor

Buleria, buleria, tão dentro da minha alma
É o sangue da terra em que nasci
Buleria, buleria, te quero mais a cada dia
Vivo apaixonado por ti desde que te vi

Vontade, de viver aqui do teu lado
Um corpo acorrentado
Enfeitiçado pela paixão

Ah nada, sem teu amor eu não sou nada
Sou um barco à deriva
Que naufraga de dor

O perfume da tua respiração eu quero respirar
E essa magia que me há no teu olhar
Ser o heroi dos teus sonhos e muito mais
Quero ser a calma e a tempestade

Buleria, buleria, tão dentro da minha alma
É o sangue da terra em que nasci
Buleria, buleria, te quero mais a cada dia
Vivo apaixonado por ti desde que te vi

Buleria, buleria, tão dentro da minha alma
É o sangue da terra em que nasci
Buleria, buleria, te quero mais a cada dia
Vivo apaixonado por ti desde que te vi

Deixa-me te sentir tão perto e devagar
Acende já esse fogo que há dentro de mim

(Ah, ah, ah, no me deixes sem teu amor)
Sem teus beijos sou um pobre coração
(Ah, ah, ah, no me deixes sem teu amor)
Ao teu lado não há tristeza e nem dor
(Ah, ah, ah, no me deixes sem teu amor)
Que me lembro de ti por onde quer que eu vou

Ah virgem do céu como te amo
Ela é a lua, ela é a lua, sem ela eu morro

De joelhos eu te peço. Diga-lhe que eu estou a amando
Já não quero viver só. Diz-me até quando.

Buleria, buleria, tão dentro da minha alma
É o sangue da terra em que nasci
Buleria, buleria, te quero mais a cada dia
Vivo apaixonado por ti desde que te vi

Buleria, buleria, tão dentro da minha alma
É o sangue da terra em que nasci
Buleria, buleria, te quero mais a cada dia
Vivo apaixonado por ti desde que te vi

Composição: Gustavo Santander / Kike Santander
Legendado por stella. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog