Aprenda inglês com a maior plataforma de letra de música da América Latina
Participar

Amour Toujours

Clara Luciani

Original Tradução Original e tradução
Amour Toujours

Un peu, beaucoup, pas du tout
Un peu, beaucoup, pas du tout
Un peu, beaucoup, pas du tout
Un peu, beaucoup, pas du tout
Un peu, beaucoup
Un

Les vraies passions sont des îlots faits pour deux
Des châteaux au pont-levis toujours levé
Personne ne peut entrer
Une garçonnière privée de chambre d'enfant
Il n'y a pas la place et il n'y a pas le temps
Personne n'est invité

À la folie (à la folie)
Passionnément (à la folie)
Un peu, beaucoup, pas du tout
Amour toujours mais pas longtemps
À la folie (à la folie)
Passionnément
Un peu, beaucoup, pas du tout
Amour toujours

Qui des deux va dévorer l'autre le premier?
Car pour ne faire plus qu'un, il faudra laisser
Un peu, un peu de soi quelque part
Qui des deux va dévorer l'autre le premier?
Car pour ne faire plus qu'un, il faudra laisser
Un peu, un peu de soi quelque part

Un bouquet d'épines reçu les yeux fermés
De l'arsenic dans un flacon d'eau parfumée
C'est un cadeau piégé
Une flèche au cœur, c'est joli dans l'idée
Mais faudrait apprendre à aimer sans saigner
Cupidon est sans pitié

À la folie (à la folie)
Passionnément
Un peu, beaucoup, pas du tout
Amour toujours mais pas longtemps
À la folie (à la folie)
Passionnément
Un peu, beaucoup, pas du tout
Amour toujours

Qui des deux va dévorer l'autre le premier?
Car pour ne faire plus qu'un, il faudra laisser
Un peu, un peu de soi quelque part
Qui des deux va dévorer l'autre le premier?
Car pour ne faire plus qu'un, il faudra laisser
Un peu, un peu de soi quelque part

À la folie (à la folie)
Passionnément (pas du tout)
Un peu, beaucoup, pas du tout
Amour toujours mais pas longtemps
À la folie (à la folie)
Passionnément (pas du tout)
Un peu, beaucoup, pas du tout
Amour toujours

Qui des deux va dévorer l'autre le premier?
Car pour ne faire plus qu'un, il faudra laisser
Un peu, un peu de soi quelque part
Qui des deux va dévorer l'autre le premier?
Car pour ne faire plus qu'un, il faudra laisser
Un peu, un peu de soi quelque part

À la folie (pas du tout)
À la folie (pas du tout)
À la folie (pas du tout)
À la (beaucoup, pas du tout)
À la folie (pas du tout)
À la folie (pas du tout)
À la folie (pas du tout)
À la folie (pas du tout)
(Un peu, beaucoup, pas du tout)

Amor Sempre

Um pouco, muito, nada
Um pouco, muito, nada
Um pouco, muito, nada
Um pouco, muito, nada
Um pouco demais
Uma

As verdadeiras paixões são ilhas feitas para dois
Castelos com pontes levadiças ainda em pé
Ninguém pode entrar
Um quarto de solteiro privado
Não há espaço e não há tempo
Ninguém é convidado

Para a loucura (para a loucura)
Apaixonadamente (loucuramente)
Um pouco, muito, nada
Ame sempre, mas não por muito tempo
Para a loucura (para a loucura)
Apaixonadamente
Um pouco, muito, nada
Amor sempre

Qual dos dois vai devorar o outro primeiro?
Porque para se tornar um, será necessário deixar
Um pouco, um pouco de você em algum lugar
Qual dos dois vai devorar o outro primeiro?
Porque para se tornar um, será necessário deixar
Um pouco, um pouco de você em algum lugar

Um buquê de espinhos recebidos com os olhos fechados
Arsênico em uma garrafa de água perfumada
É um presente preso
Uma flecha no coração, é bonito na ideia
Mas devemos aprender a amar sem sangrar
Cupido é implacável

Para a loucura (para a loucura)
Apaixonadamente
Um pouco, muito, nada
Ame sempre, mas não por muito tempo
Para a loucura (para a loucura)
Apaixonadamente
Um pouco, muito, nada
Amor sempre

Qual dos dois vai devorar o outro primeiro?
Porque para se tornar um, será necessário deixar
Um pouco, um pouco de você em algum lugar
Qual dos dois vai devorar o outro primeiro?
Porque para se tornar um, será necessário deixar
Um pouco, um pouco de você em algum lugar

Para a loucura (para a loucura)
Apaixonadamente (nem um pouco)
Um pouco, muito, nada
Ame sempre, mas não por muito tempo
Para a loucura (para a loucura)
Apaixonadamente (nem um pouco)
Um pouco, muito, nada
Amor sempre

Qual dos dois vai devorar o outro primeiro?
Porque para se tornar um, será necessário deixar
Um pouco, um pouco de você em algum lugar
Qual dos dois vai devorar o outro primeiro?
Porque para se tornar um, será necessário deixar
Um pouco, um pouco de você em algum lugar

Bem-me-quer, mal-me-quer)
Bem-me-quer, mal-me-quer)
Bem-me-quer, mal-me-quer)
Para o (muito, nada)
Bem-me-quer, mal-me-quer)
Bem-me-quer, mal-me-quer)
Bem-me-quer, mal-me-quer)
Bem-me-quer, mal-me-quer)
(Um pouco, muito, nada)

Enviada por Giovanna e traduzida por Raquel.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Você não precisa da tradução para entender essa letra!

Participe do evento e aprenda inglês com música

Quero participar

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Clara Luciani

Ver todas as músicas de Clara Luciani