Aleluia, aleluia
Teu nome singular e tua voz amor
Fazem lembrar dos sinos o clamor
Os sinos da ilusão bronzes do coração
É com fervor que desensola, aleluia
Palavra pequenina, mas que tudo contém
Teu nome sim é divinal amor
Aleluia meu bem, aleluia meu bem
Dou-te todo meu coração

Aleluia, aleluia
Céu azul e terra em flor
Alvorada de amor
- É toda vida nesse meu nome
Aleluia Senhor, aleluia
Hoje sinto Senhor minha deusa
-Aleluia não sentes seu ardor
Desta grande paixão, clama inflama
Não vês que para mim
É tudo, tudo enfim
Unidos tu verás jamais tu voltarás

Composição: Francisco Mignone
Enviada por Nelson. Revisão por Nelson.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Vicente Celestino

Ver todas as músicas de Vicente Celestino