Yo Que Te Amé

Ricardo Montaner

Original Tradução Original e tradução
Yo Que Te Amé

Es el momento, acércate a mí
Quiero ver tu cara, hablar de ti y de mí
A veces parece que tratas de correr
Y alejarte de mí, no sabes finjir

Mírame, no me evites más
¿Por qué tanta verguenza?
Tengo mi razón, ya en las noches no me sientes
Y sin alma te entregas

Yo, que te amé con ilusión
Que te di mi corazón
No merezco que pretendas olvidarme
Yo, que mis sueños te entregué
Mi pasión te regalé
Sin guardarme nada que pudiera darte

Yo, que te amé con ilusión
Que te di mi corazón
No merezco que pretendas olvidarme, no
Yo, que mis sueños te entregué
Mi pasión te regalé
Sin guardarme nada que pudiera darte

Di que no es tarde para hablar de una oportunidad
Pero tu silencio me destruye, no hay piedad
A veces parece que tratas de correr
Y alejarte de mí, no sabes finjir

Cuál es tu temor
Que yo muera de tristeza
Es peor que me mientas

Yo, que te amé con ilusión
Que te di mi corazón
No merezco que pretendas olvidarme
Yo, que mis sueños te entregué
Mi pasión te regalé
Sin guardarme nada que pudiera darte

Yo, que te amé con ilusión
Que te di mi corazón
No merezco que pretendas olvidarme, no
Yo, que mis sueños te entregué
Mi pasión te regalé
Sin guardarme nada que pudiera darte

Eu que te amei

Está na hora chegue mais perto, quero ver teu rosto
Falar de nós dois, às vezes parece que só quer correr e ficar longe de mim
Não sabe fingir

Me olhe não me evites, porque tanta vergonha
Tenho razão nas noites não me sentes, e sem alma se entrega

Eu que te amei com ilusão que te dei meu coração
Não mereço que me esqueças, eu que meus sonhos
Te entreguei minha paixão te presenteei sem guardar nada para mim que pudesse te dar

Eu que te amei com ilusão que te dei meu coração não mereço que me esqueças
Eu que meus sonhos te entreguei minha paixão
Te presenteei sem guardar nada para mim que pudesse te dar

Diga que não é tarde para falar de uma oportunidade
Mas teu silêncio me destrói não há piedade
Às vezes parece que queres correr e ficar longe de mim
Não sabe fingir, qual é o seu medo que eu morra de tristeza
É pior que mentir pra mim

Eu

Composição: Juan Carlos Perez
Enviada por ANABEL e traduzida por Suzane.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog