Nuages

Pomplamoose

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Nuages

Lentement dans le soir
Le train s'en va
Sur le quai son mouchoir
S'enfuit déjà
Dans la glace comme un songe
Le mur gris de sa maison
Sous le jour qui s'allonge
S'estompe à l'horizon

Un nuage s'étire
Sur son doigt
En passant il semble dire
Un triste adieu
Et tout ce que j'aimais
Lorsque le train vire
Dans un flot de fumée
S'efface à jamais

(Mmmh, mmh)
(Mmmh, mmh)
(Mmmh, mmh)
(Mmmh, mmh)

Un nuage s'étire
Sur son doigt
En passant il semble dire
Un triste adieu
Et tout ce que j'aimais
Lorsque le train vire
Dans un flot de fumée
S'efface à jamais

Nuvens

Devagar ao anoitecer
O trem esta indo
No cais o lenço dela
Ja esta fugindo
No gelo como um sonho
A parede cinza de sua casa
Sob o dia que se prolonga
Esmaece no horizonte

Uma nuvem se estende
No dedo dela
A propósito, ele parece dizer
Uma triste despedida
E tudo que eu amei
Quando o trem vira
Em uma torrente de fumaça
Desvanece-se para sempre

(Mmmh, mmh)
(Mmmh, mmh)
(Mmmh, mmh)
(Mmmh, mmh)

Uma nuvem se estende
No dedo dela
A propósito, ele parece dizer
Uma triste despedida
E tudo que eu amei
Quando o trem vira
Em uma torrente de fumaça
Desvanece-se para sempre

Composição: Django Reinhardt
Enviada por Guilherme.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog