Si Tú Me Quisieras

Mon Laferte

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

Si Tú Me Quisieras

Me despedí, pero te mentí
No me quería alejar
Disimulé, me aguanté
Pero es que ya no puedo más
Quise borrarte, olvidarte
Pero te vuelvo a recordar

Todos los días salgo a caminar
Hago mil cosas pa' no pensar
Me lleno de adornos
Sufro de trastornos
Siempre te quiero llamar
No quiero nada, nada, nada
Y es que soy tan complicada

Ay, ay, ay de mí
De este amor que se metió y que se dispara
Se contagia y te reclama

Ay, ay, ay, de mí
De este amor, que se me incrusta como bala
Que me ahorca y que me mata

Todo sería diferente si tú me quisieras

Debo frenar
Por qué no puedo más
Me duele todo
Así me dijo el psiquiatra
Yo sé que es mejor, que me olvide de tu cara
No quiero nada, nada, nada
Y es que soy tan obstinada

Ay, ay, ay de mí
De este amor que se metió y que se dispara
Se contagia y te reclama

Ay, ay, ay de mí
De este amor que se me incrusta como bala
Que me ahorca y que me mata

Todo sería diferente si tú me quisieras

Si tú me quisieras yo dejaba todo
Ya no iría a terapia
Sé que te perdono
Con tu pelo negro tejería un cuento
Yo quiero vivir contigo este momento

Ay, ay, ay de mí
De este amor que se metió y que se dispara
Se contagia y te reclama

Ay, ay, ay de mí
De este amor que se me incrusta como bala
Que me ahorca y que me mata

Todo sería diferente si tú me
Si tú me quisieras

Se você me amasse

Eu disse adeus, mas eu menti para voce
Eu não queria ir embora
Eu me escondi, eu segurei
Mas eu não posso mais
Eu queria te apagar, te esquecer
Mas eu lembro de você de novo

Todo dia eu vou dar um passeio
Eu faço mil coisas para não pensar
Eu me encho de enfeites
Eu sofro de distúrbios
Eu sempre quero te ligar
Não quero nada, nada, nada
E eu sou tão complicado

Ai, ai, ai eu
Desse amor que entrou e que dispara
É contagioso e reclama você

Ai, ai, ai, eu
Deste amor, que está incrustado em mim como uma bala
Isso me enforca e me mata

Tudo seria diferente se você me amasse

Eu devo parar
Porque não posso mais
Me de todo
Então o psiquiatra me disse
Eu sei que é melhor, que eu esqueço do seu rosto
Não quero nada, nada, nada
E eu sou tão teimoso

Ai, ai, ai eu
Desse amor que entrou e que dispara
É contagioso e reclama você

Ai, ai, ai eu
Deste amor que está embutido em mim como uma bala
Isso me enforca e me mata

Tudo seria diferente se você me amasse

Se você me amasse eu deixaria tudo
Eu não iria mais fazer terapia
Eu sei que te perdôo
Com seu cabelo preto eu teceria uma história
Eu quero viver com você neste momento

Ai, ai, ai eu
Desse amor que entrou e que dispara
É contagioso e reclama você

Ai, ai, ai eu
Deste amor que está embutido em mim como uma bala
Isso me enforca e me mata

Tudo seria diferente se você
Se você me amasse

Composição: Mon Laferte
Enviada por Saliras. Legendado por Iago. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog