Guerra

LetoDie

Que a calma que eu trago na alma
Não se estenda ao meu corpo me tornando inerte
E que a raiva que eu trago na mente
Não se transmita ao meu espírito me tornando precipitado
Frieza na derrota, frieza na vitória
Sem extremos, sem fraquezas

Pulso firme, olhar fixo
Mente blindada
Crucifixo no peito e a cara riscada
Mesmo sem usar quadrada eu tenho lucro, é empenho
Mas se precisar maldade tu sabe que eu tenho
Contra fatos é sem argumentos então aguenta tru
Sou verdadeiro em meio a exércitos de pau no cu
Já fui julgado afu hoje eu quem desdenho
Degusto o choro como um charuto caribenho
Tu pode até falar do que eu já fiz
Mas não vou te respeitar, tu não tem minha cicatriz

Lobo ignora o que uma ovelha diz
E pra quem duvidou, hoje eu sou quem sempre quis
Vida aqui é guerra quem não mata, morre
Filho da puta nenhum vai atrasar meu corre
Vale das sombras não assusta um bom guerreiro
Eu sou o desgraçado mais cruel do vale inteiro
Desde cedo entendi que esse caminho é hostil
Pois demonstrar fraqueza sempre atrai perigo
Metade dessa gente é fútil e vazio
Já tenho os meus não quero novos amigos
Sem hipocrisia não nego a verdade

Eu tô buscando o bem mais preparado pra maldade
Sendo forte por dominar minha conduta
Sem ilusão de bondade absoluta
O mais insano do recinto faz história
Eu quero a vitória mas lutando á minha maneira
Tu sabe aqui nóis toma não implora
É suicídio tentar colocar um lobo na coleira, pô
Autoestima elevada pra caralho é pouco
Sem trocar ofensa mano, eu só troco soco
De vocês não quero nada eu quero o mundo todo
Então dá licença que eu só tô dando o troco

A vida é guerra
Só de sangue sinto o gosto
Depois de tudo o que vi não me surpreendem
Me lembro bem do que aprendi aos dezoito
A guarda morre nessa porra e não se rende
É que se eu parar pra chorar posso ser morto
E até os traumas da minha alma não me prendem
Tenho cicatrizes de batalha no meu rosto
Guerreiros morrem em combate não se rendem

Mano, a minha vida é guerra e eu vou lutar sem dó
Eu me tornei um grande exercito de um homem só
Aprendi logo cedo
Que o crime não compensa
Dormir sem medo, vai sempre ser a melhor recompensa
Um trago de Whisky dropei dois prozac
Mais uma vez me sinto insano e pronto pro ataque
Chegou a noite e eu mandei mais quatro risperdal
É hoje que eu vou dar vazão pra esse meu lado mau
Mano, é tão surreal
Um crime cometido
Dez anos se passaram e
Ainda me sinto arrependido
Um nome esquecido
Mas não pros meus ouvidos
Ouço sussurros do além me sinto perseguido
Sou frio e vingativo
Tipo demond danté
Não é inteligente provocar
Alguém que quer morrer
E eu já quis morrer
Mas hoje já nem ligo

Se pá essa minha indiferença amedronta o inimigo
Vocês só falam de droga
Vocês só curtem Codeine
E eu queria mesmo era ser Kurt Cobain
Mas tá tudo bem
Prossigo na missão
Seu som toca nas festas o meu toca no coração
E eu nem me envolvo mais mano, só faço a minha
Onde atriz pornô pedófila virou rainha
Isso aqui é guerra já disse a facção
Então escolhe vai ser zebra ou vai ser leão?

A vida é guerra
Só de sangue sinto o gosto
Depois de tudo o que vi não me surpreendem
Me lembro bem do que aprendi aos dezoito
A guarda morre nessa porra e não se rende
É que se eu parar pra chorar posso ser morto
E até os traumas da minha alma não me prendem
Tenho cicatrizes de batalha no meu rosto
Guerreiros morrem em combate não se rendem

Composição: LetoDie
Enviada por Walter. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de LetoDie

Ver todas as músicas de LetoDie