Apenas 25

LetoDie

É difícil não odiar
Pessoas, coisas, instituições
Quando elas quebram o seu espírito e tem prazer em te ver sangrar
O ódio é o único sentimento que faz sentido

A vida passa, em um piscar de olhos tudo muda
As vezes nem eu mesmo entendo como eu me sinto
Parece tão clichê falar que essa vida é curta
Eu me peguei olhando pro espelho com vinte e cinco
Não me sinto velho também não me sinto novo
Sorte que não tenho ambição de querer ser uma lenda
Não coleciono fracassos, mas não tô no topo
Sou só um cara normal com poucos amigos na agenda
Eu tento ser um homem bom, melhorar todo dia
Tem fases que sou um homem ruim e nem mesmo me empenho
Então eu falho e machuco quem não deveria
Tenho certeza que não mereço o que eu tenho
Cicatrizes, machucados me deixaram frio
Tô duvidando do amor há muito tempo atrás
Minha referência de família que um dia existiu
Acabou no dia do divórcio do meus pais
É tão estranho quando você se sente culpado
Mesmo não tendo culpa é um sentimento hostil
Será que os meus pais eu poderia ter ajudado?
Ou feito algo que evitasse a morte do Fill?
Provavelmente não, só que agora já é tarde
A vida segue, até breve é tudo resta
Essas "bad" me pegando é crise da idade?
Eu ouço uns caras perguntando: Mano, cê tá nessas?
É, eu tô nessa, e isso aqui é só um desabafo
Meu coração tá na caneta, isso é penitência
Escrever o que eu sinto é tudo o que eu faço
Eu não sei se é depressão ou então dependência

Mas eu sei o que o ódio faz com um homem
Ele te despedaça, te transforma numa coisa que você não é
Uma coisa que você prometeu a si mesmo que jamais seria

Não pago de f* porque nem mesmo me sinto
Isso não é sadsong, tô sendo sincero
Sou cheio de erros, se disser que não eu minto
Mano, eu acerto bem menos que erro
Já troquei o amor por um momento e me f*
Me arrependi, pedi perdão por estar errado
Acho que foi uma lição então eu aprendi que não se pode machucar
Sem ser machucado
Eu tô seguindo num caminho que é meio sem volta
Quem tira o véu dos olhos também sente o clima tenso
O mundo aqui fora sempre me causou revolta
Mas o problema agora é o que eu sinto por dentro
Eu tive a chance de ganhar bem mais e ser famoso
Mas não consigo, eu tenho nojo deles de verdade
Que se usam de escada pra hype e like
Como se fossem prostitutas vendendo a amizade
Os ignoro, que se f*, sempre sigo calmo
Inspiração do quinquagésimo oitavo Salmo
Permaneço justo
Mano, aqui é reto o papo
Meus amigos estão longe ou a sete palmos
Final do dia com grana na conta e mina gata
BM na garagem, beck e um baita ap
Mas lá no fundo parece que algo ainda falta
Existem coisas que eu não consigo responder
As vezes lembro do passado e tudo que rolou
Família, igreja, infância
Mano, então pressinto a sensação que a melhor época já passou
E são apenas 25

As vezes a minha vida parece um ato de equilíbrio mortal
O que eu sinto batendo de frente contra o que eu devo fazer
Reações impulsivas buscando soluções quilômetros a frente do meu cérebro
A gente chega numa idade que percebe que ser um homem
Não é uma questão de respeito ou de força
E sim de consciência sobre todas as coisas que se toca
Quando paro pra pensar no meu dia eu percebo que a maior parte dele
Foi usada pra limpar o estrago do dia anterior

Composição: LetoDie
Enviada por Gustavo. Revisão por Dallisson.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de LetoDie

Ver todas as músicas de LetoDie