Lembra de Mim

Filho Do Justo

Olha
Eu não queria tá de fal
Tipo como quem
Não tá ciente do final
Ou como de costume
Agora tudo tá normal
Mas eu sei que tem alguém que não dorme
Tá querendo meu funeral
Provoquei a cólera dos rudes
E me juntei
Colei na rodinha dos menino
E me misturei
Tem hora que nem eu sei
No que me tornei
Mas no fundo do meu coração
Nasce um desejo de ser cristão

Tipo como Cristo foi
Tipo como devo ser
Eu quero ser cristão
Da forma que meu Senhor
Me falar que eu devo ser

Por mais que minha mente
Aprisione os meus dias
A chuva cai
Como se não fosse parar
As tempestades tão na minha volta
E eu de vulgo
Meu vulgo como se eu me orgulhasse
De aqui estar

Amanhã é outro dia, ner
Nada me garante que eu vou tá de pé
Me manda força pra sair daqui
Se bem que eu pago um preço
Por não te ouvir
Mas eu te imploro
Se der tempo

Senhor, lembra de mim
Quando entrares no seu reino
Senhor lembra de mim
Quando tuas ovelhas contar
Aí vai ver
Que tem uma lá no fim do poço
Pedindo socorro em silêncio
Vai ver
Espero que ainda dê tempo
Senhor, lembra de mim

Nunca me faltou motivo
Pra que possa ti dizer
O quanto desejo ter o prazer
De te conhecer
Embora essas esquinas
Não tem nada á oferecer
Só pra comprar, pra vender
Vim me achar e se perder

Oh rotina de dias medonhos
Uns me apelidam, vendedor de sonhos
Eu me perdi e trouxe uma multidão
Será que tem geito pra esse sujeito

Tem hora que nem eu sei
No que me tornei
Mas no fundo do meu coração
Nasce um desejo de ser cristão

Tipo como Cristo foi
Tipo como devo ser
Eu quero ser cristão
Da forma que meu Senhor
Me falar que eu devo ser

Por mais que minha mente
Aprisione os meus dias
A chuva cai
Como se não fosse parar
As tempestades tão na minha volta
E eu de vulgo
Meu vulgo como se me orgulhasse
De aqui estar

Amanhã é outro dia, ner
Nada me garante que eu vou tá de pé
Me manda força pra sair daqui
Se bem que eu pago um preço
Por não te ouvir
Mas eu te imploro
Se der tempo

Senhor, lembra de mim
Quando entrares no teu reino
Senhor, lembra de mim
Quando tuas ovelhas contar
Aí vai ver
Que tem uma no fundo do poço
Pedindo socorro em silêncio
Vai ver
Espero que ainda dê tempo
Senhor, lembra de mim

Composição: Jackson
Enviada por Ministério. Legendado por Márcio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Filho Do Justo

Ver todas as músicas de Filho Do Justo