Ai Senhor

Filho Do Justo

Ai senhor, livra os pensamentos dos moleques
Que age inconsequente põe fé nas intratec
Ai senhor, muda o caminho
Se for da sua vontade faça como fez comigo
Por favor quebra as correntes livra os cativos, ai senhor

Mais uma vez conto conto contigo
Em todos os momentos da minha vida foi comigo
Desde o ventre da minha mãe, sei que será até o fim
E o dia da minha morte só o senhor que sabe
Pois me livraste dos latron e da aflição atrás das grades
Motivos nunca faltou, nunca faltou convite
Dificuldade mais ganância às vezes resulta em crime
Me dá me dá força nesse mundão dia após dia
Onça com onça deu peixe e gerou covardia
Assim tem sido com a maioria que eu cresci
Me lembro de altos momentos na velha ci
A inocência a alegria da favela
Hoje cada um possui sobrevivendo dentro a mesma cela
Só de ter chegado até aqui já agradeço o pai
E eu nem sei se eu mereço, mas Deus sabe o que faz
A forma que eu encontrei foi nessa canção
Peço pelos mulequin desta nova geração
Que vem na sede de ganhar dinheiro fácil
Faz pesar a diferença do certo e do errado
E eu termino essa oração pedindo proteção
Pra todos meus irmãos
E o futuro dessa quebrada toma em suas mãos

Ai senhor, livra os pensamentos dos moleques
Que age inconsequente põe fé nas intratec
Ai senhor, muda o caminho
Se for da sua vontade faça como fez comigo
Por favor quebra as correntes livra os cativos, ai senhor

Altos muleque quer ter se liga no procêde
Uns pano louco umas carreta invocada
Pra dar moral no rolê
Bancar o sustento próprio quer ser patrão na quina
Foi muito mais além do que só sustentar a família
Vira e mexe para e pensa, na mente as lembranças
De tudo de ruim que aprendeu na infância
Cabeça de criança tá ligado como é
Só telava os mizuno imaginava no pé
Mas só que o tempo passa e a gente acorda né não
Vendê balinha no sinal virar engraxate
Não era o caminho certo
Pra achar os quilates di quim daqui poquin dali
De pequenos furtos a assalto de alto porte
Trocou o certo pelo duvidoso e dependeu da sorte
Muitos estão nesse caminho, misericórdia a Deus
Vários muleque sangue bom, o que aconteceu?
Muita maldade na mente, pra pouco tempo de vida
Resulta em morte cadeia, e as lojinhas de quina
Mas não desisto de pedir pois sou um milagre do senhor
Sem falar as pessoas, que sempre acreditou
Enterrar talento pra quê? Se o meu broto do chão
Mostrar nos beats que só Jesus é a salvação
Te peço pelos muleques de todas as quebradas
Não deixa o neguim se iludir com o brilho das cromadas
É isso aí senhor é meus meu melhor amigo
Pode crê mais uma vez conto contigo
Pode crê mais uma vez conto contigo
Pode crê mais uma vez conto contigo

Ai senhor, livra os pensamentos dos moleques
Que age inconsequente põe fé nas intratec
Ai senhor, muda o caminho
Se for da sua vontade faça como fez comigo
Por favor quebra as correntes livra os cativos, ai senhor
Mais uma vez conto contigo
Mais uma vez conto contigo
Mais uma vez conto contigo
Por favor quebra as correntes livra os cativos, ai senhor
Mais uma vez conto contigo

Enviada por Thalya. Legendado por Márcio.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Filho Do Justo

Ver todas as músicas de Filho Do Justo