Canção da Árvore

Antiprisma

Hoje me sentei na praça
Cinco da tarde, estava frio
E diante de uma árvore imponente observei
Como era complicado admitir o meu vazio
Simplesmente reparando na verdade que já sei

Ela é forte e está de pé
Ela balança, ela me vê
Ela me ensina que pra viver
É necessário um céu, eu e um chão


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Antiprisma

Ver todas as músicas de Antiprisma