Amanhã Tudo Volta a Nascer

Antiprisma

Abro a porta e vejo a rua amanhecer
Lado de fora me espera para entrar
O som do galo avisou
E a cidade enclausurada inspirou o ar

Tudo de novo, mas diferente, surgiu
A luz do dia, e as perguntas sem fim
Mais uma chance, uma revanche, talvez
Só existe o hoje, quem sabe eu possa entender

Mas amanhã tudo volta a nascer


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Antiprisma

Ver todas as músicas de Antiprisma