A Balada da Bailarina Torta (Em Francês)

Ana Larousse

Original Tradução Original e tradução

Tradução automática via Google Translate

A Balada da Bailarina Torta (Em Francês)

Dansait boiteuse la danseuse
Dansait sans cesse nuit et jour
Boitait sa danse la danseuse
Dansait en quête d'un amour

Dansait boiteuse la danseuse
Dansait sans cesse nuit et jour
Boitait sa danse la danseuse
Dansait en quête d'un amour

Juste en face de vieux bistrots
À l'impasse où elle dansait sans soul
Avant qu'un destin boiteux
Lui enlevât un grand amour

Et la pauvre danseuse se mit en quête
Que d'amusettes et d'un verre de champange
Plus jamais de champagne
Plus jamais de scène plus jamais de bâl

Plus jamais de champagne
Plus jamais de bal de carnaval
Vieillissant boiteuse la danseuse
Qui dansait en quête d'un amour
Rentra, ferma sa porte, se coucha
Se tut pour toujours

A torta Balada Dança como (Em Frances)

Dançarina coxo dançou
Dancei continuamente dia e noite
Mancando seu dançarino
Dancei em busca do amor

Dançarina coxo dançou
Dancei continuamente dia e noite
Mancando seu dançarino
Dancei em busca do amor

Mesmo em frente de bares antigos
No beco sem saída, onde ela dançou sem alma
Antes de um destino lame
Levar fora de seu grande amor

E o pobre dançarina foi em busca
Como diversões e um copo de champange
Não há mais champanhe
Nunca cena nunca baile

Não há mais champanhe
Não há mais baile de carnaval
Envelhecimento dançarina lame
Dança em busca do amor
Entrou, fechou a porta, deitou-se
Calou-se para sempre


Posts relacionados

Ver mais no Blog