Eu tenho medo dos olhos dessa menina
Eu tenho medo de me apaixonar de novo
Da coruja que anuncia uma despedida
Ou qualquer conto que está na boca do povo

Um pensamento, um suor que anuncia
Na despedida da coragem, me retorço
No candeeiro uma imagem que arrepia
No tudo ou nada, ser bravo ai é osso

Eu tenho medo do medo de sentir medo
E só de pensar no medo me preparo pra correr
Eu tenho medo do medo de sentir medo
De ter que partir mais cedo sem um rock pra você

Eu tenho medo de se um ser solitário
Mas tenho medo de ficar muito apegado
De ser um zé ninguém descabrefado
Sem excessos, sem coragem, sem passado

Superstição e devoção eu tenho em dobro
Me benzo mais de uma vez pra não faiar
Minha peleja acaba se eu nascer de novo
Abraço o medo com medo de piorar

Eu tenho medo de sentir medo, fujo do medo
Não quero ter!
Eu tenho medo de partir cedo, engano o medo
E vou beber

Se a fé do santo hoje falhar
Se a fé do santo hoje falhar
Eu adormeço nos braços do meu amor
Eu adormeço nos braços do meu amor

Se a fé do santo hoje falhar
Se a fé do santo hoje falhar
Eu adormeço nos braços do meu amor
Eu amanheço no colo do meu amor

Composição: JULIO ANDRADE
Enviada por Anailson.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de The Baggios

Ver todas as músicas de The Baggios