Suspender Man

Steam Powered Giraffe

Original Tradução Original e tradução
Suspender Man

One moonlight night in the bayou a silhouette
The air was sweet and the fog was violet
The gators were all drinking tea, in a dreamy pantsless glee
I saw a suspendered man, a banjo holstered in his hands
He had biggest red suspenders I ever did see, golly gee that's what I've seen
He flicked the brim of his hat, and this is what he said to me

Mister robut ah am the suspender man
And dis banjo 'as shown me dah promised land
Now ah play a song but in return, yoo put dat shiny coin right 'ere in mah urn
And ah play yoo sumfin fine. Mah music gonna blow yo mind! "

So I flicked my coin into his pot, I gotta admit it twasn't a lot
Two cents and then his fingers wriggled
He plucked those strings and belched a giggle
He tapped his foot, howled like a hound
Igniting up the unholy sound

And I ain't never, never, never, never, never, never, never, never
Never, never, never, never, never, never, never, never
Never, never, never, never, never, heard anything so great

Call the vendors
Big suspenders
That's what everybody wants to wear
They stretch to nantucket
Put them in a bucket
And send them to the gnome trapped down the well
(Tug 'em with thumbs is ideal)
(While rollin' back on your heels)
(Yeah)

He played the two cent show

And just like that he stopped playing
My jaw dropped to the floor
He cracked his neck and smiled at me
And said

"Buddy, y'gotta pay for more!"

But by then a crowd had swarmed the swamp
Tossin' coin in after coin
So he cleared his throat, and his fingers writhed
And everyone shouted for suspender guy

Call the vendors
Big suspenders
That's what grandma wants for her birthday
They're bright red and awesome
Even worn by opossums
Nobody wants their pants to fall down
(Ma and pappy want 'em too)
(Even the ghost of your uncle stu)
(Yeah)

He played the two cent show

Fracture dat banjo!

All the children sing and dance
Those banjo sounds instill a trance
By 4 AM the press what hot
Suspender man on the front page spot
Suspenders were in and spats were out
The girls all suffered from fainting bouts
The banjos flew off the shelves
Sprouting wings with dreams
Of being played by suspender man

But in the middle of February
The fog turned a crimson red
The suspender man disappeared
Everyone was heels over head
But we found his suspenders and that old banjo
Sittin' right there on his log

And though he's gone
That's what he gets
For selling his soul to the bog

Big suspenders
Put them in a blender
Three bat teeth and a blackened gypsy eye
Bring it to a boil
Release your mortal coil
Out pops a belt to wear for you and me
Nobody wants their pants to fall down
You could wear a dress and then you'd have no need
(The alligators had it right)
(Wearing pants it sure does bite)
(Yeah)

He played the two cent show

O Homem Suspensório

Uma noite de luar no bayou uma silhueta
O ar era doce, e a névoa violeta
Os jacarés foram todos beber chá, numa alegria sonhadora sem calças
Eu vi um homem suspensório, com um banjo coldre em suas mãos
Ele tinha os maiores suspensórios vermelhos que eu já vi, Ai meus Deus, foi o que eu vi
Ele sacudiu a aba do chapéu, e é isso que ele me disse

Senhor robô eu sou o homem suspensório
E esse banjo tem me mostrado a terra prometida
Agora eu toco uma canção, mas em troca, você coloca uma moeda brilhante em minha urna
Vou tocar algo bem legal. Minha música vai explodir sua mente!

Então eu joguei minha moeda em seu pote, eu tenho que admitir que não foi muito
Dois centavos, e logo, seus dedos se contorceram
Arrancou aquelas cordas e arrotou uma risadinha
Ele bateu o pé, uivou como um cão
Acendendo um som profano

E eu nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca
Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, nunca
Nunca, nunca, nunca, nunca, nunca, ouvido algo tão bom

Chame os vendedores
Grandes suspensórios
Isso é o que todo mundo quer vestir
Eles esticar até Nantucket
Coloque-os em um balde
E e joguem a um gnomo preso no fundo do poço
(Puxá-los com os polegares é o ideal)
(Enquanto rola sobre seus calcanhares)
(Sim)

Ele tocou o show dos dois centavos

E foi assim que ele parou de tocar
Meu queixo caiu no chão
Ele estalou o pescoço e sorriu para mim
E disse

Amigo, você tem que pagar por mais!

Mas, em seguida, por uma multidão lotou o pântano
Jogando moeda, atrás de moeda
Então, ele limpou a garganta, e seus dedos contorceram
E todo mundo gritou para o homem do suspensório

Chame os vendedores
Grandes suspensórios
Isso é o que a vovó quer para seu aniversário
Eles são vermelho brilhante e incrível
Mesmo desgastado por gambás
Ninguém quer que suas calças caiam
(Mamãe e papai querem eles também)
(Até mesmo o fantasma do seu tio Stu)
(Sim)

Ele tocou o show dos dois centavos

Frature esse banjo!

Todas as crianças cantam e dançam
Aqueles banjo soa incutir um transe
Às quatro da manhã, a imprensa estava quente
Homem suspensório estava na página da frente
Suspensórios entravam e as polainas saíram
As garotas sofriam de crises de desmaio
Os banjos voaram das prateleiras
Brotando asas com sonhos
De serem tocadas pelo homem do suspensório

Mas no meio de fevereiro
A névoa virou um vermelho carmesim
O homem suspensório desapareceu
Todo mundo estava de cabeça para baixo
Mas nós encontramos seus suspensórios e que o velho banjo
Ali mesmo, no seu tronco

E embora ele se foi
Isso é o que ele recebe
Por vender sua alma ao pântano

Grandes suspensórios
Coloque-os no liquidificador
Três dentes de morcego e um olho cigano enegrecido
Deixe-os ferver
Libere seu corpo mortal
Aparecerá um cinto de vestir para você e eu
Ninguém quer que suas calças caiam
Você poderia usar um vestido e então você não teria nenhuma necessidade
(Os jacarés tinham razão)
(Vestindo calças com certeza não mordem)
(Sim)

Ele tocou o show de dois centavos

Composição: David Bennett / Michael Reed
Enviada por Lucas e traduzida por Raimundo.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog