Juventude (É Mentalidade)

Sam The Kid

Sentimento relativo, negativo, privado
Situado num mundo fechado em castidade
Graduado sem medalhas, com batalhas mentais, falhas vocais
Yo Samuel, porque é que tu nunca sais?

Prisão domiciliária mas apenas temporária
Porque eu saio de precária para ver o que se passa
Faça o que eu fizer ou disser nada muda a desgraça
É o destino que se traça numa vida que fracassa
S'a vida é um jogo, eu jogo com fair-play
Vivo sem cozinheira, o pitéu é take-away
Não há reuniões, nem horários em refeições
Nem discussões de família em frente a televisões
Na rua a poção é fumarem e beberem
Noção de diversão como pais antes de o serem
Boatos querem alvos mas erram na pontaria
Miséria que é companhia na terra da chibaria
Mentalidade juvenil, mas sem estilo
Mantenham em sigilo, o elixir alphaville
Só quero 'tar informado com vontade de saber mais
Criticado por não ser criticado pelos reais

Juventude mostrem a coragem
Façam o futuro à vossa imagem
Porque a censura faz homenagem
Como quer, quando quer, como quer

Porque é que jovens têm de ser violentos
Só mentes quentes partem mandamentos
Grandes andamentos
Juventude é mais que putos
Mais que institutos com estatutos
São astutos aqueles que seguem estudos
Eu sou do tempo do escudo
O tempo faz com que mudes de atitude e conteúdos
Muitas virtudes em miúdos sortudos
Sobretudo àqueles com rumos escolhidos
Que não são impedidos por cotas fodidos
Toda a educação vem dos pais conservadores e liberais
Talentos potenciais em processos graduais
Liberdade desde nascença
Sensatez imensa fez a doença musical entrar em mim

Vindo indo o mundo onde ando som de fundo undo grande

Motivo, fez de mim um puto produtivo
Num improviso limpo riso a um executivo
Um novo rico idiota armado em culto
Mostra a gravata á cota pa provar que já é adulto
Eu sou jovem como novo com fome e com ideias
Novidade como estreias aplaudidas por plateias
Tu és homem como queiras
Podes ter 18 e ser pior q'as cordilheiras
Ou ter 40 e ser amante de jantes e chuteiras
Tira o relógio porque o tempo vai pregar rasteiras
Sejas quem tu sejas
Não és pai mas é uma mãe que tu beijas
Ou podes ser avô mas no fundo desejas teenagers
Independentes ou magers
Querem que estejas em tudo desde que mantenhas a forma
Como te empenhas e vejas que a juventude
É mentalidade a idade não conta quando há capacidade
Passa o passado para o lado que oposto ó posto que ela quis
A idade é um posto mas o rosto não diz

Juventude mostrem a coragem
Façam o futuro à vossa imagem
Porque a censura faz homenagem
Como quer, quando quer, como quer

Bebés e casamentos crescem
Adolescentes que envelhecem anos e meses
Porque ficam presos a sustentos
Numa nova rota bules casa, à noite já boicotam
Mas pra seres um responsável não é preciso seres cota
Juventude na batota como cotas na tasca
Rasca é uma palavra gasta pra uma geração vasta
A diferença quando és puto nunca pensas no money
Mas quando cresces é unânime tens de fazer algo de anime
Eu rimo tu escolhes o teu rumo
Não te rendas às evidências que não são preferências
Não te vendas nem confudas os comportamentos
Jovens não são crianças
Não é ser cool tar nos 50 e bafar muitas ganzas
Olha o avô com tranças a dar barra à idade
Momento sem esperanças com motivação de reformado
A minha meta é trabalho e no meu ganhar mais
Crio o fechado mas é achado noutros locais
Assim a vida existe depois do caixão
Ressurreição estilo Carlos Paião
Respiração não concordes com recordes amanhã já não são
Segue a intuição que não engana como algodão

Juventude mostrem a coragem
Façam o futuro à vossa imagem
Porque a censura faz homenagem
Como quer, quando quer, como quer

Enviada por eduardo. Legendado por João. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog