Aprenda inglês com a maior plataforma de letra de música da América Latina
Participar

Cartas ao Remetente

Rosa de Saron

Há quem amou demais
Há quem chorou demais
Quanto tempo não dão atenção ao seu pobre coração?
Não se atreve a falar, não se permite errar
Quem inventou a dor?
Esqueça o ardor, afinal

Se Deus te desse só o amanhã
Pra sentir o que nunca sentiu, sentiria?
Qual seria sua última oração?
Doeu, deixe curar
Ficou, deixe passar
O árduo é trivial
Mas a afeição é etérea

Se Deus te desse só o amanhã
Pra sentir o que nunca sentiu, sentiria?
Qual seria sua última oração?
Mais que uma razão pra se viver
Uma verdadeira causa pela qual morrer
Seja o prólogo de quem viveu a preparar o seu epílogo
E dito, deu fé

Se Deus te desse só o amanhã
Pra sentir o que nunca sentiu, sentiria?
Se de fato fosse mesmo o último adeus
Onde há de estar o seu amor?
E assim, viva como quem soube que vai morrer
Morra como quem um dia soube viver

Composição: Guilherme De Sá
Enviada por Kleysson. Legendado por Amanda e mais 3 pessoas. Revisões por 8 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Você não precisa da tradução para entender essa letra!

Participe do evento e aprenda inglês com música

Quero participar

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Rosa de Saron

Ver todas as músicas de Rosa de Saron