Bilhete

Rashid

Ela deixou um bilhete, dizendo que ia sair fora
Levou meu coração, alguns CDs e o meu livro mais da hora
Não sei qual a razão, não entendi por que ela foi embora
E eu fiquei pensando em como foi e qual vai ser agora

É, que pena que você foi embora
Pra mim, 'tava tão bom aqui
Com a nega mais teimosa e a mais linda que eu já vi
Dividindo o edredom e um filmin' na TV
Chocolate quente, meus olhar era só pu cê
Mas cê num quis, eu era mó feliz e nem sabia
Beijin' de caramelo que recheava meus dia
No sorriso matutino, "Bom dia, paixão!"
A boca sabor café, sua cachorra lá no colchão (pulando)
À noite, nóis varava até às seis, sem despertador
"Levanta aí, amor. São mais de três da tarde"
Ouvindo os pancadão lá do vizinho
Te ajudando a lavar louça e Jill Scott bem baixinho
Enquanto cê tomava banho, falando sobre a vida
Irritando sua cachorra, nóis dividia as mordida
Entre as almofada, abraçado e quieto, sem pressa
Trocando cartinha e uns carinho cheio de promessa
Eu te dei amor e um canto no meu coração
Mas todo esse encanto não muda a situação
Pensando: o que que ia ser daqui pra frente?
Não sei se perdemos tempo ou o tempo se perdeu entre a gente
E, oh, que engraçado, achei que ia ser pra sempre
E vi que eu sempre tive enganado
Então, faz favor, não esquece seu orgulho
Quer ir embora? Pode ir, mas devolve meus bagulho!

Ela deixou um bilhete, dizendo que ia sair fora
Levou meu coração, alguns CDs e o meu livro mais da hora
Não sei qual a razão, não entendi por que ela foi embora
E eu fiquei pensando em como foi e qual vai ser agora
Ela deixou um bilhete, dizendo que ia sair fora
Levou meu coração, alguns CDs e o meu livro mais da hora
Não sei qual a razão, não entendi por que ela foi embora
E eu fiquei pensando em como foi e qual vai ser agora

É, que pena, que pena memo
Nem ligo tanto pras parada que sumiu
Cê foi embora, logo agora que tá frio
Pegou as roupa na cabeceira e saiu
Me deu um beijo, bateu a porta e sorriu (nóh)
Que covardia deixar seu nego esperando
Vem logo, que o seu lado no colchão tá esfriando
Então, vamo rolar de novo no memo lençol azul?
Meu travesseiro ainda traz o cheiro do seu shampoo
Meu quarto vazio chora pelas madrugada
Agora, minhas noite são miada
Teu passo macio já não brinda minha calçada
E aquela música ainda toca nas balada
Mas deixa soar como despedida, flor
Quem sabe, um dia, nóis se tromba pela vida, ô
Agora, pega suas parada e despinguela
Com o que sobrou, porque o resto foi pela janela
Pô, não fala nada pra não perder a razão
Vai, segue sozinha na "Rua das Ilusão"
Dá meia volta "Devido ao Ressentimento"
E sai de mão dada com o seu arrependimento
Taí, no esquecimento, clamando o sentimento, né?
Já que cê quis apagar a graça dos momento
Então, pode ficar com o CD
Eu só queria de volta todo tempo que eu desperdicei com você

Ela deixou um bilhete, dizendo que ia sair fora
Levou meu coração, alguns CDs e o meu livro mais da hora
Não sei qual a razão, não entendi por que ela foi embora
E eu fiquei pensando em como foi e qual vai ser agora

Composição: Evandro Fióti / Rashid
Enviada por Rodolfo. Legendado por Maiara. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog