La Bella y La Bestia (part. Norykko)

Porta

Original Tradução Original e tradução
La Bella y La Bestia (part. Norykko)

Es solo una historia más
La Bella y la Bestia

Ella era bella
Frágil como una rosa
Él era una bestia
Esclavo de sus impulsos

Único el día que les ataron esposas
Ya no eran niños
Crecieron, se hicieron adultos juntos

Todo marchaba bien
O eso parecía en su primera luna de miel
Juró serle de por vida fiel
Y ella a él
Una historia como otra cualquiera (sí)
Quién les ve y quién les viera

Pero el tiempo pasa
Y las relaciones se agotan
Se cansan
Ella ni lo nota, porque está ciega
Ciega de amor

Pero él no aguanta la monotonía
Ya no quería ser dueño de una sola tía
O eso le decía a sus colegas de copas
Suelo irme con otras, pero ella ni lo nota

Bella estaba ciega
Pero no era tonta
Ya dudaba
Cuántas noches solas
Hasta altas horas de la madrugada

La primera vez fue la más dolorosa
Te regaló una infidelidad por cada rosa
Y es que el perdón será tu debilidad
Pero lo que pasa una vez
Siempre sucede una vez más

Este cuento no es eterno
Debo salir, ponerle un fin
Ser más fuerte que esa bestia
Debo salir, quiero vivir
Quiero vivir

Hay tantas cicatrices, ya no puedo más
Me duelen las entrañas de tanto sangrar
No existe un maquillaje que pueda tapar
Este moratón que es mi corazón

Ya no sé cuánto tiempo más podré aguantar
Ya no me quedan lágrimas para llorar
El peso de estos años me doblan la edad
En cada rincón hubo un bofetón

Dime que esto no ha pasado
Tú dime que lo habré olvidado
Mañana todo habrá cambiado
Y esto será solo un horrible recuerdo

Sé que me quieres mi vida
Yo sé que no habrá más heridas
Mañana será un nuevo día
Y otra vez seremos felices de nuevo

Empiezan las discusiones
Parece que a él no le gustan
Se vuelve insensible y agresivo
Y a bella le asusta

Lágrimas caían, tras un empujón
Y el primer puñetazo
Te conformas con un perdón
Y un simple abrazo

No quieres darle importancia
Porque no quieres perderlo
Pero sientes impotencia
Y a la vez pánico y miedo

No puedes creerlo todavía
Después de tantos años
Si alguien te pregunta, di que te has caído en el baño

El silencio no te ayuda
Sé que no sabes qué hacer
Sabes que fue la primera
Y no será la última vez

Créeme, sé que no quieres más problemas
Pero, no te quedes en silencio
Si tu marido te pega

Porque no le perteneces
Te mereces mucho más
Sobre ti no tiene autoridad
Se la das y él se crece

No puedes detenerle
No puedes defenderte
No puedes hacer más que rezar por tener suerte

Cada día más normal
Pasar del amor al odio
Se convirtió en algo habitual
Otro mal episodio

Bestia no te quiere
Pero quiere que seas suya
Para siempre
Si no eres mía no serás de nadie, ¿entiendes?

Bella no podía más
Él cada vez era más bestia
Cuando ella quiso hablar
Ya era demasiado tarde
Se dio cuenta que vivía junto al mal

La Bella y la Bestia
Prefiero no contaros el final

Este cuento no es eterno
Debo salir ponerle un fin
Ser más fuerte que esa bestia
Debo salir, quiero vivir
Quiero vivir

Tu filo atravesó mi alma en solo un compás
Callaste mis lamentos con brutalidad
Me has convertido en un triste número más
Turbia frustración fue tu perdición

Es demasiado tarde para ir hacía atrás
No volveré a tener otra oportunidad
Seré solo un mal día en la prensa local
Pero mi dolor será tu prisión

Y si yo ahora pudiera cambiar en algo tus miserias
Daría todo porque entiendas
Un solo segundo de mi sufrimiento

Espero que al menos mi historia
No quede solo en la memoria
Y tracé una nueva trayectoria
Que no se repita jamás este cuento

Este cuento no es eterno
Debes salir, ponerle un fin

Ser más fuerte que esa bestia
Debes salir, vuelve a vivir
Vuelve a vivir (la bella y la bestia)

Sé más fuerte
Camina hacia adelante
No te rindas
No te quedes en silencio

A Bela e a Fera

É apenas mais uma história
A bela e a fera

Ela era a bela
Frágil como uma rosa
Ele era uma fera
Escravo de seus impulsos

Um dia ele fez dela sua esposa
Já não eram mais crianças
Cresceram, tornaram-se adultos juntos

Tudo estava indo bem
Ou assim parecia em sua primeira Lua de mel
Jurou ser fiel por toda a vida
E ela a ele
Uma história como outra qualquer (sim)
Quem os vê quem os viu

Mas o tempo passa
E as relações acabam
Se cansaram
Ela não notou, porque está cega
Cega de amor

Mas ele não consegue suportar a monotonia
Já não queria ter uma única mulher
Então ele disse a seus colegas de bebidas
Muitas vezes eu saio com outras, mas ela nem percebe

Bela estava cega
Mas não era boba
E desconfiou
Quantas noites sozinha
Até altas horas da madrugada

A primeira vez foi a mais dolorosa
Te dou uma cada infidelidade por rosa
E o perdão é a sua fraqueza
Mas o que acontece uma vez
Sempre sofrerá mais uma vez

Esta história não é eterna
Devo sair, por um fim
Ser mais forte do que esta fera
Devo deixa-lo, eu quero viver
Eu quero viver

Há muitas cicatrizes, eu não aguento mais
Minhas entranhas doem de tanto sangrar
Não tem uma maquiagem que pode cobrir
Este meu coração ferido

Já não sei quanto tempo mais eu posso aguentar
Já não tenho mais lágrimas para chorar
O peso destes anos dobrou minha idade
Em cada canto eu levo um tapa

Diga-me, que isso não aconteceu
Você diga-me que esqueceu
Amanhã tudo terá mudado
E isto será apenas uma memória horrível

Sei que quer minha vida
Eu sei que não haverá mais feridas
Amanhã será um novo dia
E outra vez seremos felizes de novo

Eles começam as discussões
Parece que ele não gosta
Torna-se insensível e agressivo
E a bela se assusta

Lágrimas caíram, depois de um empurrão
E o primeiro soco
Se contenta com apenas um perdão
E um simples abraço

Não quer dar importância
Porque não quer perdê-lo
Mas se sente impotente
Em pânico e com medo

Ainda não posso acreditar
Depois de tantos anos
Se alguém perguntar, diz que caiu no banheiro

O silêncio não ajuda
Você não sabe o que fazer
Você sabe que foi a primeira
E não será a última vez

Acredite, você não quer mais problemas
Mas não fique em silêncio
Se seu marido bate em você

Porque você não pertence a ele
Você merece muito mais
Que esse idiota autoritário
Você dá e ele cresce

Você não pode Pará-lo
Não pode se defender
Você não pode fazer mais do que rezar para ter sorte

Cada dia mais normal
Passar do amor ao ódio
Tornou-se comum
Outro episódio ruim

Fera não te ama
Mas quer que você seja dela
Para sempre
Se você não for minha não será de ninguém, entende?

Bela não poderia mais
A cada dia ele era mais feroz
Quando ela queria falar
Já era tarde demais
Percebeu que viveu ao lado do mal

A bela e a fera
Eu prefiro não dizer o fim

Esta história não é eterna
Devo sair, por um fim
Ser mais forte do que esta fera
Devo sair, quero viver
Quero viver

O seu fim, passou pela minha alma como um som
Calou meus lamentos com brutalidade
Tornei-me um número mais triste
Toda sua frustração foi o seu castigo

É tarde demais para voltar atrás
Eu não vou ter outra chance
Eu serei apenas um dia ruim na imprensa local
Mas a minha dor será sua prisão

E se eu posso agora mudar algo em suas misérias
Daria tudo para você entender
Um único segundo do meu sofrimento

Espero que pelo menos minha história
Não permaneça apenas na memória
E trace um novo caminho
Que nunca se repita esta história

Esta história não é eterna
Você deve sair, por um fim

Ser mais forte do que esta fera
Você deve sair, volte a viver
Volte a viver (a bela e a fera)

Ser mais forte
Ande para a frente
Não desista
Não fique em silêncio

Enviada por Gisely e traduzida por Matheus. Revisões por 16 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog