Élan

Nightwish

Original Tradução Original e tradução
Élan

Leave the sleep and let the springtime talk
In tongues from the time before a man
Listen to a daffodil tell her tale
Let the guest in, walk out
Be the first to greet the morn

The meadows of heaven await harvest
The cliffs unjump cold waters untouched
The elsewhere creatures yet unseen
Finally your number came up
Free fall awaits the brave

Come
Taste the wine
Raise the blind
They will guide you from the light
Writing noughts till the end of time
Come
Surf the clouds
Race the dark
It feeds from the runs undone
Meet me where the cliffs greets the sea

The answer to the riddle before your eyes
Is in dead leaves and fleeting skies
Returning swans and sedulous mice
Writings on the gardens book
In the minute of a lover's look

Building a sandcastle close to the shore
A house of cards from the worn out deck
A home from the fellowship, poise and calm
Write a lyric for the song only you can understand

Come
Taste the wine
Raise the blind
They will guide you from the light
Writing noughts till the end of time
Come
Surf the clouds
Race the dark
It feeds from the runs undone
Meet me where the cliffs greets the sea

Riding hard every shooting star
Come to life, open mind, have a laugh at the orthodox
Come, drink deep let the dam of mind seep
Travel with great Élan, dance a jig at the funeral

Come!
Taste the wine
Raise the blind
They will guide you from the light
Writing noughts till the end of time
Come
Surf the clouds
Race the dark
It feeds from the runs undone
Meet me where the cliffs greets the sea

Come!

Ímpeto

Deixe o sono e deixe a primavera conversar
Em idiomas de um tempo antes dos homens
Ouça um narciso contar a sua história
Deixe o convidado entrar, sair
Seja o primeiro a saudar o amanhecer

Os prados do paraíso aguardam a colheita
As falésias lisas, águas frias intocadas
As criaturas de outros lugares ainda ocultas
Finalmente a sua vez chegou
Queda livre aguarda os bravos

Venha
Saboreie o vinho
Abra as persianas
Eles o guiarão a partir da luz
Compondo cifras até o fim dos tempos
Venha
Surfe nas nuvens
Corra das trevas
Ela alimenta-se dos caminhos desfeitos
Encontre-me onde as falésias saúdam o oceano

A resposta para o enigma diante dos teus olhos
Está em folhas secas e céus fugazes
Cisnes retornando e camundongos diligentes
Escritos no livro dos jardins
No momento do olhar de um amante

Construindo um castelo de areia próximo ao litoral
Uma casa de cartas do baralho desgastado
O lar de uma irmandade, aprumo e calma
Escrito numa letra para a canção que apenas você pode entender

Venha
Saboreie o vinho
Abra as persianas
Eles o guiarão a partir da luz
Compondo cifras até o fim dos tempos
Venha
Surfe nas nuvens
Corra das trevas
Ela alimenta-se dos caminhos desfeitos
Encontre-me onde as falésias saúdam o oceano

Montando firmemente cada estrela cadente
Volte a vida, de mente aberta, ria do que é tradicional
Venha, absorto beba, deixe a represa da mente escoar
Viaje com o formidável Élan, dance uma jiga no funeral

Venha
Saboreie o vinho
Abra as persianas
Eles o guiarão a partir da luz
Compondo cifras até o fim dos tempos
Venha
Surfe nas nuvens
Corra das trevas
Ela alimenta-se dos caminhos desfeitos
Encontre-me onde as falésias saúdam o oceano

Venha!

Composição: Marco Hietala / Tuomas Holopainen
Enviada por Pablo e traduzida por Renato. Legendado por Alana e Renato. Revisões por 16 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Nightwish

Ver todas as músicas de Nightwish