Original Tradução Original e tradução
Ghosts

There's a ghost down in the hall
There's a ghoul upon the bed
There's something in the walls
There's blood upon the stairs
And it's floating through the room
And there's nothing I can see
I know this place is doomed
Because now it's haunting me

I don't understand it
Don't understand it

There's a thumping in the floor
There's a creep behind the door
There's a rocking in the chair
But there's no one sitting there
There's a ghostly smell around
But nobody to be found
And a coffin nearly open
Where a restless soul is floating

Don't understand it
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)
Don't understand it
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)

And who gave you the right to scare my family
And who gave you the right to shake my baby, she needs me
And who gave you the right to shake my family tree

They put a knife in my back
Shot an arrow in me
Tell me are you the ghost of jealousy
The ghost of jealousy

There's a thumping in the floor
There's a creep behind the door
There's a rocking in the chair
But nobody's sitting there
There's a ghostly smell around
But nobody to be found
And a coffin nearly open
Where a restless soul is floating

Don't understand it
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)
Don't understand it
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)
You just don't know
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)
(Got a ghost, got a break in the walls)
(Got a ghoul, got a break in the halls)
(Got to see it, want to)

And who gave you the right to scare my family
And who gave you the right to scare my baby, she needs me
And who gave you the right to shake my family tree
And who gave you the right to take intrusion to see me
And who gave you the right to shake my family
And who gave you the right to hurt my baby, she needs me
And who gave you the right to shake my family tree

You put a knife in my back
Shot an arrow in me
Tell me are you the ghost of jealousy
A suckin ghost of jealousy

And who gave you the right to scare my family
And who gave you the right to scare my baby, she needs me
And who gave you the right to shake my family tree
And who gave you the right to take intrusion to see me
And who gave you the right to shake my family
And who gave you the right to hurt my baby, she needs me
And who gave you the right to shake my family tree

You put a knife in my back
Shot an arrow in me
Tell me are you the ghost of jealousy
The ghost of jealousy

Come on
But it's dynamite
A peice of mine

Tell me are you the ghost of jealousy

Fantasmas

Há um fantasma no corredor
Há um canibal embaixo da cama
Há alguma coisa nas paredes
Há sangue nas escadas
E está flutuando pela sala
E não há nada que eu possa ver
Eu sei que este lugar está condenado
Porque agora está me assombrando

Eu não entendo!
Eu não entendo!

Há barulho de passos no chão
Há um rangido atrás da porta
Há algo balançando na cadeira
Mas não tem ninguém sentado lá
Há um cheiro fantasmagórico ao redor
Mas ninguém foi encontrado
E um caixão recém aberto
Onde uma alma penada está flutuando

Eu não entendo!
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)
Eu não entendo!
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)

E quem te deu o direito de assustar minha família?
E quem te deu o direito de perturbar meu bebê, ela precisa de mim
E quem te deu o direito de perturbar meus antepassados?

Você me esfaqueou pelas costas
Me atirou uma flecha!
Me diga, você é o fantasma do ciúme?
O fantasma do ciúme

Há barulho de passos no chão
Há um rangido atrás da porta
Há algo balançando na cadeira
Mas não tem ninguém sentado lá
Há um cheiro fantasmagórico aqui
Mas nenhum corpo foi achado
E um caixão recém aberto
Onde uma alma penada está flutuando

Eu não entendo!
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)
Eu não entendo!
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)
Você apenas não sabe
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)
(Há um fantasma, há uma rachadura nas paredes)
(Há um carniçal, há um descansando no corredor)
(Tenho que ver isso, quero ver)

E quem te deu o direito de assustar minha família?
E quem te deu o direito de assustar meu bebê, ela precisa de mim
E quem te deu o direito de perturbar meus antepassados?
E quem te deu o direito de invadir para me ver?
E quem te deu o direito de perturbar minha família?
E quem te deu o direito de ferir meu bebê, ela precisa de mim
E quem te deu o direito de perturbar meus antepassados?

Você me esfaqueou pelas costas
Me atirou uma flecha!
Me diga, você é o fantasma do ciúme?
Um chato fantasma do ciúme

E quem te deu o direito de perturbar minha família?
E quem te deu o direito de perturbar meu amor, ela precisa de mim
E quem te deu o direito de perturbar meus antepassados?
E quem te deu o direito de invadir para me ver?
E quem te deu o direito de ferir minha família?
E quem te deu o direito de ferir meu bebê, ela precisa de mim
E quem te deu o direito de perturbar meus antepassados?

Você me esfaqueou pelas costas
Me atirou uma flecha!
Me diga, você é o fantasma do ciúme?
O fantasma do ciúme

Venha
Mas isso é dinamite
Um pedaço meu

Me diga, você é o fantasma do ciúme?

Composição: Michael Jackson / Teddy Riley
Legendado por Christina. Revisões por 5 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Michael Jackson

Ver todas as músicas de Michael Jackson