Cenas Obscenas

Metrô

Você faz promessas
Que nenhum de nós quer acreditar
Que papo estranho de tijolinho
Que faltava em sua construção

Você não tem jeito
Pra falar coisas de amor
E quando escreve um bilhetinho
A sua letra é um horror

A sua mão está tremendo
Você está morrendo de vontade
Você inventa mil histórias
Pra não dizer toda verdade

Só vejo cenas obscenas, ou ou
No seu olhar, cenas obscenas, ou ou
Só vejo cenas obscenas, ou ou
No seu olhar, cenas obscenas, ou ou

Você faz promessas
Que nenhum de nós quer acreditar
Que papo estranho de tijolinho
Que faltava em sua construção

Você não tem jeito
Pra falar coisas de amor
E quando escreve um bilhetinho
A sua letra é um horror

A sua mão está tremendo
Você está morrendo de vontade
Você inventa mil histórias
Pra não dizer toda verdade

Só vejo cenas obscenas, ou ou
No seu olhar, cenas obscenas, ou ou
Só vejo cenas obscenas, ou ou
No seu olhar, cenas obscenas, ou ou

Só vejo cenas obscenas, ou ou
No seu olhar, cenas obscenas, ou ou
Só vejo cenas obscenas, ou ou
No seu olhar, cenas obscenas, ou ou

Composição: Alec Haiat / Dany Roland / Leo Jaime / Leoni / Virginie / Yann / Zavie
Enviada por Jaqueline. Revisões por 2 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Metrô

Ver todas as músicas de Metrô