Tudo Pode Mudar

Metrô

Nada ultrapassa
A velocidade do amor
Venha de onde vier
Seja como for

Subitamente o tempo
Parece parar
Nada acontece distante
Do teu olhar

E eu aqui sozinha
Esperando você chegar
Enquanto o digital do relógio
Parece avisar
Ah! Ah!

Que no balanço das horas
Tudo pode mudar
Que no balanço das horas
Tudo pode mudar

Eu acho que ele não vem
(Não! Não! Não! Não!)
Ele não vem, não
(Não! Não! Não! Não!)
Ou será que virá?
Ah! Ah! Ah!

Volto para casa
Fazendo trapaças pra dor
Seja o que Deus quiser
Seja o que for

Me ligo na televisão
Pro tempo passar
Mas todos os anúncios afirmam
Que é bom amar

E dentro do meu peito
Não tem jeito, bate paixão
São dez pra ficar louca
Daqui a pouco posso pirar

E no balanço das horas
Tudo pode mudar
E no balanço das horas
Tudo pode mudar

Eu acho que ele não vem
(Não! Não! Não! Não!)
Ele não vem, não
(Não! Não! Não! Não!)
Ou será que virá?
Ah! Ah! Ah!

E dentro do meu peito
Não tem jeito bate paixão
São dez pra ficar louca
Daqui a pouco posso pirar

E no balanço das horas
Tudo pode mudar
Oh! Oh!

E no balanço das horas
Tudo pode mudar
Ah! Ah! Au!

E no balanço das horas
Tudo pode mudar
Oh! Oh!

E no balanço das horas
Tudo pode mudar

Eu acho que ele não vem
(Não! Não! Não! Não!)
Ele não vem, não
(Não! Não! Não! Não!)
Ou será que virá?
Ah! Ah! Ah!

Será?

Composição: Joe / Ronaldo Santos
Legendado por Elza. Revisões por 3 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Comentários e dúvidas sobre a letra

Quer contar alguma curiosidade sobre essa música? Deixe um comentário, explicação ou dúvida e participe da comunidade do Letras.

Escreva seu comentário

0 / 500

Enviar para a central de dúvidas?

Dúvidas enviadas podem receber respostas de professores e alunos da plataforma.


Posts relacionados

Ver mais no Blog

Mais músicas de Metrô

Ver todas as músicas de Metrô