The Unforgiven

Metallica

Original Tradução Original e tradução
The Unforgiven

New blood joins this Earth
And quickly he's subdued
Through constant pained disgrace
The young boy learns their rules

With time, the child draws in
This whipping boy done wrong
Deprived of all his thoughts
The young man struggles on and on, he's known

Ooh, a vow unto his own
That never from this day
His will they'll take away, yeah

What I've felt, what I've known
Never shined through in what I've shown
Never be, never see
Won't see what might have been

What I've felt, what I've known
Never shined through in what I've shown
Never free, never me
So I dub thee Unforgiven

They dedicate their lives
To running all of his
He tries to please them all
This bitter man he is

Throughout his life the same
He's battled constantly
This fight he cannot win
A tired man they see no longer cares

The old man then prepares
To die regretfully
That old man here is me, yeah

What I've felt, what I've known
Never shined through in what I've shown
Never be, never see
Won't see what might have been

What I've felt, what I've known
Never shined through in what I've shown
Never free, never me
So I dub thee Unforgiven

What I've felt, what I've known
Never shined through in what I've shown
Never be, never see
Won't see what might have been

What I've felt, what I've known
Never shined through in what I've shown
Never free, never me
So I dub thee Unforgiven, oh, oh

Never free, never me
So I dub thee Unforgiven
You labeled me, I'll label you
So I dub thee Unforgiven

Never free, never me
So I dub thee Unforgiven
You labeled me, I'll label you
So I dub thee Unforgiven

Never free, never me
So I dub thee Unforgiven

O Imperdoável

Sangue novo junta-se a esta Terra
E rapidamente ele é subjugado
Pela constante e dolorosa desgraça
O jovem garoto aprende as regras deles

Com o tempo, a criança atrai
Este massacrado rapaz foi enganado
Privado de todos os seus pensamentos
O jovem homem luta sem parar, ele faz

Ooh, uma promessa para si mesmo
Que a partir deste dia, nunca
Sua vontade lhe tirariam, sim

O que eu senti, o que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca ser, nunca ver
Não verá o que poderia ter sido

O que eu senti, o que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca livre, nunca eu mesmo
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis

Eles dedicam suas vidas
Para arruinar tudo que é dele
Ele tenta agradar a todos
Este homem amargo que ele é

Por toda a sua vida o mesmo
Ele batalhou constantemente
Esta luta que ele não pode vencer
Um homem cansado que eles veem não se importa mais

O velho homem então se prepara
Para morrer cheio de arrependimentos
Aquele velho aqui sou eu, é

O que eu senti, o que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca ser, nunca ver
Não verá o que poderia ter sido

O que eu senti, o que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca livre, nunca eu mesmo
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis

O que eu senti, o que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca ser, nunca ver
Não verá o que poderia ter sido

O que eu senti, o que eu soube
Nunca refletiu no que eu demonstrei
Nunca livre, nunca eu mesmo
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis, oh, oh

Nunca livre, nunca eu mesmo
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis
Vocês me rotularam, eu rotularei vocês
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis

Nunca livre, nunca eu mesmo
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis
Vocês me rotularam, eu rotularei vocês
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis

Nunca livre, nunca eu mesmo
Então eu vos nomeio os Imperdoáveis

Composição: James Hetfield / Kirk Hammett / Lars Ulrich
Legendado por caio e mais 8 pessoas. Revisões por 34 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Metallica

Ver todas as músicas de Metallica