Wherever I May Roam

Metallica

Original Tradução Original e tradução
Wherever I May Roam

(And the road becomes my bride)
And the road becomes my bride
I have stripped of all but pride
So in her I do confide
And she keeps me satisfied
Gives me all I need

And with dust in throat I crave
Only knowledge will I save
To the game you stay a slave
Rover, wanderer
Nomad, vagabond
Call me what you will, yeah

Oh!
But I'll take my time anywhere
Free to speak my mind anywhere
And I'll redefine anywhere

Anywhere I roam
Where I lay my head is home, yeah

(And the Earth becomes my throne)
And the Earth becomes my throne
I adapt to the unknown
Under wandering stars I've grown
By myself, but not alone
I ask no one

And my ties are severed clean
Less I have, the more I gain
Off the beaten path I reign
Rover, wanderer
Nomad, vagabond
Call me what you will
And you will!

But I'll take my time anywhere
I'm free to speak my mind anywhere
And I'll never mind anywhere

Anywhere I roam
Where I lay my head is home, yeah, yeah

But I'll take my time anywhere
I'm free to speak my mind
And I'll take my find anywhere

Anywhere I roam
Where I lay my head is home, that's where

But I'll take my time anywhere
I'm free to speak my mind anywhere
And I'll redefine anywhere

Anywhere I roam
Where I lay my head is home
Carved upon my stone
My body lie, but still I roam, yeah yeah

Wherever I may roam
Wherever I may roam, oh
Wherever I may roam
Wherever I may roam, yeah

Wherever I may wander
Wander, wander
Wherever I may roam
Yeah, yeah, wherever I may roam
Yeah, yeah, wherever I may roam

Por Onde Quer Que Eu Ande

(E a estrada se torna minha noiva)
E a estrada se torna minha noiva
Eu me despojei de tudo menos do orgulho
Então nela eu confio
E ela me deixa satisfeito
Me dá tudo de que eu preciso

E com poeira na garganta eu respiro
Só o conhecimento irei levar comigo
Do jogo você permanece um escravo
Viajante, andarilho
Nômade, vagabundo
Me chame do que quiser, sim

Oh!
Mas eu permanecerei em qualquer lugar
Livre para falar o que penso em qualquer lugar
E irei revisitar qualquer lugar

Por onde quer que eu ande
Onde encosto a cabeça eu chamo de casa, sim

(E a Terra se torna o meu trono)
E a Terra se torna o meu trono
Eu me adapto ao desconhecido
Sob estrelas errantes cresci
Me virando, mas não sozinho
Não peço nada a ninguém

E os meus laços estão cortados
Quanto menos tenho, mais eu ganho
Na terra batida, eu reino
Viajante, andarilho
Nômade, vagabundo
Me chame do que quiser
E você chamará!

Mas eu permanecerei em qualquer lugar
Eu sou livre para falar o que penso em qualquer lugar
E nunca vou me importar em lugar nenhum

Por onde quer que eu ande
Onde encosto a cabeça eu chamo de casa, sim

Mas eu permanecerei em qualquer lugar
Eu sou livre para falar o que penso
E levarei as minhas descobertas para qualquer lugar

Por onde quer que eu ande
Onde encosto a cabeça eu chamo de casa, sim

Mas permanecerei em qualquer lugar
Eu sou livre para falar o que penso em qualquer lugar
E vou revisitar qualquer lugar

Por onde quer que eu ande
Onde encosto a cabeça eu chamo de casa, sim
Esculpido em minha lápide
O meu corpo jaz, mas continuo perambulando, sim

Por onde quer que eu ande
Por onde quer que eu ande, oh
Por onde quer que eu ande
Por onde quer que eu ande, sim

Por onde quer que eu ande
Ande, ande
Por onde quer que eu ande
Sim, sim, por onde quer que eu ande
Sim, sim, por onde quer que eu ande

Composição: James Hetfield / Lars Ulrich
Legendado por Luan e mais 3 pessoas. Revisões por 24 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Dicionário de pronúncia

Ver mais palavras

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Metallica

Ver todas as músicas de Metallica