Era Já Tarde

Maura Airez

Era já tarde, quando o fado conheci
E sem alarde, quis falar-me da saudade

Mas na verdade, para me lembrar de ti
Do grande amor que perdi
Era tarde, muito tarde

Pedi ao fado
Que me desse outro caminho
Ficasse ele com a saudade
Que eu queria ficar sozinho
Ele respondeu
Que o pedido era escusado
Porque o fado e a saudade
Andavam de braço dado

Era já tarde, quando o fado abandonei
E fui cobarde, tive medo da saudade
Com ansiedade, eu ainda a procurei
Quando a saudade encontrei
Era tarde, muito tarde


Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Maura Airez

Ver todas as músicas de Maura Airez