Oi

Léo Magalhães

Entre ser só seu amigo e não ser nada
Prefiro ser nada
Onde é que eu vou guardar esse amor que tenho aqui?
Me fala

Como é que eu vou pegar na sua mão
E não poder te levar pra casa?
Ficar tão perto assim da sua boca
E não poder beijá-la?

E se um dia você me chamar
Pra conversar debaixo de uma árvore
E me contar que se apaixonou por alguém?
É esse dia aí, justamente esse dia
Eu não quero que aconteça
Então, só amizade, esqueça

E toda vez que você me disser oi
Eu vou responder só oi
Com o meu peito gritando: Te amo (te amo)
Toda vez que você me disser oi
Eu vou responder só oi
Com o meu peito gritando: Te amo

E se um dia você me chamar
Pra conversar debaixo de uma árvore
E me contar que se apaixonou por alguém?
É esse dia aí, justamente esse dia
Eu não quero que aconteça
Então, só amizade, esqueça

E toda vez que você me disser oi
Eu vou responder só oi
Com o meu peito gritando: Te amo (te amo)
Toda vez que você me disser oi
Eu vou responder só oi
Com o meu peito gritando: Te amo

E toda vez que você me disser oi
Eu vou responder só oi
Com o meu peito gritando: Te amo (te amo)
E toda vez que você me disser oi
Eu vou responder só oi
Com o meu peito gritando: Te amo

Composição: Bruno Caliman
Enviada por Victor. Legendado por Jessika.
Viu algum erro? Envie uma revisão.

Posts relacionados

Ver mais no Blog


Mais músicas de Léo Magalhães

Ver todas as músicas de Léo Magalhães