E Agora?

Katarse

Disseram que sou o que penso
Penso tanto que nem sei mais
Eu leio, ouço e assisto a tudo
Continuo vazio e querendo mais

Eu já estive só, já estive junto
Descobri o que me mantém de pé
O que me difere de um defunto, Talvez seja o que chamam de fé

Não há o que diga que não saiba, não sou um gênio, mas por favor
Preciso mais do que um 'Oi!' e menos que compromisso e louvor

Quando penso em você
Lembro de algo que se escondeu
E lembro no mesmo instante
Que meu maior inimigo sou eu


Posts relacionados

Ver mais no Blog