Somebody's Baby

Jon Foreman

Original Tradução Original e tradução
Somebody's Baby

She yells, "if you were homeless
Sure as hell you'd be drunk
Or high, or trying to get there
Or begging for junk
When people don't want you
They just throw you money for beer"

Her name was November
She went by Autumn or Fall
It was seven long years
Since the Autumn when all
Of her nightmares grew fingers
And all of her dreams grew a tear

She's somebody's baby
Somebody's baby girl
She's somebody's baby
Somebody's baby girl
And she's somebody's baby still

She screams, "well, if you never
Gone it alone
Well then go ahead, you better
Throw the first stone
You got one lonely stoner
Waiting to bring to her knees"

She dreams about heaven
Remembering hell
As a nightmare she visits
And knows all too well
Every now and again when she's sober
She brushes her teeth

She's somebody's baby
Somebody's baby girl
She's somebody's baby
Somebody's baby girl
And she's somebody's baby still

Today was her birthday
Strangely enough
When the cops found her body
At the foot of the bluff
The anonymous caller this morning
Tipped off the police

They got her ID
From the dental remains
The same fillings intact
The same nicotine stains
The birth and the death were both over
With no one to grieve

She's somebody's baby
Somebody's baby girl
She's somebody's baby
Somebody's baby girl
And she's somebody's baby still
She's somebody's baby still

Bebezinha de Alguém

Ela grita: "se você não tivesse um teto
Tão certo como o inferno, você estaria bêbado
Ou alto, ou tentando chegar lá
Ou pedindo esmolas
Quando as pessoas não te querem
Elas apenas jogam seu dinheiro para a cerveja"

Seu nome era Novembro
Ela esteve no outono
Foram sete longos anos
Desde do Outono quando todos
Os seus pesadelos criaram dedos
E todos os seus sonhos criaram uma lágrima

Ela é o bebê de alguém
A bebezinha de alguém
Ela é o bebê de alguém
A bebezinha de alguém
E ela ainda é o bebê de alguém

Ela diz: "bem, se você nunca
Foi sozinho
Então aproveite e ainda
É melhor você atirar a primeira pedra
Você tem apenas uma pedra
Esperando você trazê-la aos joelhos dela"

Ela sonha com o Céu
Lembrando do inferno
Como um pesadelo que ela tem
E sabe tudo muito bem
Todo agora e de novo, quando ela está sóbria
Ela escova seus dentes

Ela é o bebê de alguém
A bebezinha de alguém
Ela é o bebê de alguém
A bebezinha de alguém
E ela ainda é o bebê de alguém

Hoje foi seu aniversário
Estranho o bastante
Quando os policiais encontraram seu corpo
No pé da ribanceira
A ligação anônima desta manhã
Bateu lá na polícia

Eles conseguiram sua identidade
Dos seus restos dentares
As mesmas obturações intactas
As mesmas manchas de nicotina
O nascimento e a morte, ambos estavam acabados
Com ninguém para ofender

Ela é o bebê de alguém
A bebezinha de alguém
Ela é o bebê de alguém
A bebezinha de alguém
E ela ainda é o bebê de alguém
Ela ainda é o bebê de alguém

Enviada por Rafael. Legendado por kelly. Revisões por 4 pessoas.
Viu algum erro? Envie uma revisão.


Posts relacionados

Ver mais no Blog